Waltteri Väyrynen, ex-Paradise Lost, é o novo baterista do Opeth

Músico substitui Martin “Axe” Axenrot, que se retirou de forma polêmica; Sami Karppinen ocupava vaga provisoriamente

O Opeth anunciou a entrada do baterista Waltteri Väyrynen. Ele integrava o Paradise Lost, além de ter tocado com Bloodbath e Bodom After Midnight, entre outros.

O músico substitui Sami Karppinen, que estava temporariamente na banda após a saída de Martin “Axe” Axenrot, demitido ano passado. Embora uma causa oficial não tenha sido revelada, fontes próximas indicam que o antigo titular saiu após recusar a vacina contra a Covid-19.

- Advertisement -

Disse o vocalista e guitarrista Mikael Akerfeldt nas redes sociais:

“Acabamos de fazer nosso primeiro ensaio com Walt e correu incrivelmente bem! Estávamos todos muito nervosos antes, mas ele arrasou completamente! Entrega pura! Passamos por 16 músicas (!) do início ao fim e não tivemos um único comentário corretivo. É bastante notável! Fiquei surpreso, assim como o resto da banda. Ele tem tudo, na verdade. Desde a sensibilidade descontraída que um baterista do Opeth precisa, passando pelo rock clássico, rock progressivo, grooves de metal e para um virtuosismo técnico absolutamente intrincado.

Além disso, ele conhece as músicas extremamente bem, tanto na forma como foram gravadas quanto as versões ao vivo, às vezes modificadas. Estávamos ouvindo tambores e batidas que não tínhamos ouvido desde que foram registradas em estúdio. O público certamente está pronto para muitos momentos de bateria ligados às suas músicas favoritas do Opeth. Walt entendeu, para dizer o mínimo. Além de tudo, é um cara incrível. Genuíno. Super legal. Engraçado. E jovem! Ele nasceu no mesmo ano em que gravamos nosso álbum de estreia, ‘Orchid’. Imaginem isso!”

Leia também:  Nirvana lançou “Bleach” há 35 anos; veja outros fatos da música em 15 de junho

O frontman finalizou destacando a expectativa de uma parceria a longo prazo. E agradeceu o membro temporário.

“Estamos muito ansiosos para ir à estrada junto com ele. Criar novas músicas juntos. Tocar em todo o mundo. E proporcionar um futuro musical conosco. Isso não é pouca coisa para uma banda de 32 anos de idade. Estou muito, muito animados com ele se juntando a nós. Espero que nosso público o receba de braços abertos.

Eu também gostaria de aproveitar esta oportunidade para agradecer a Sami por salvar nossas vidas quando mais precisávamos. Se não fosse por seus esforços, amizade e cuidado, provavelmente estaríamos ‘no gelo’ enquanto falamos. Além disso, estamos felizes em manter Sami como parte da família Opeth. Sua contribuição está além das palavras e ele continuará a ajudar a tornar nossas performances as melhores possíveis. Do fundo de nossos corações, obrigado, Sami!”

O Paradise Lost, por sua vez, anunciou Guido Montanarini como novo baterista. A princípio, a colaboração ocorre em caráter temporário. Ele já tocava com o guitarrista Gregor Mackintosh no projeto Strigoi.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasWaltteri Väyrynen, ex-Paradise Lost, é o novo baterista do Opeth
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades