Q Lazzarus, misteriosa cantora de “Goodbye Horses”, morre aos 61 anos

Responsável pela música consagrada no filme “O Silêncio dos Inocentes” passou os últimos 20 anos longe da indústria musical

A voz por trás de “Goodbye Horses”, canção feita famosa pelo filme “O Silêncio dos Inocentes”, morreu em julho sem que o mundo soubesse. Foi preciso um obituário datado de 19 de julho sobre uma mulher chamada Diane Luckey aparecer online para pessoas ligarem os pontos e confirmarem a morte de Q Lazzarus, uma das figuras mais enigmáticas do pop dos anos 1980 e 1990.

Em declaração à Rolling Stone, uma amiga próxima da cantora chamada Eva Aridjis confirmou a identidade de Luckey e falou:

“Q tinha uma daquelas forças vitais que você não consegue imaginar sendo extinguidas ou deixando de existir, porque era tão vital, radiante e exuberante. Apesar de ter passado por uma vida muito dura, ela não era cínica. Pelo contrário – ela era cheia de entusiasmo, paixão e humor. Ela também era cheia de planos. Na época de sua morte, estávamos planejando um show de comeback com alguns de seus companheiros originais de banda.”

- Advertisement -
https://www.youtube.com/watch?v=yKFaGDrOfrI

Avidji conheceu Luckey quando pegou uma carona por app em um carro dirigido pela cantora. As duas formaram uma amizade que levou a planos de fazer um documentário sobre o mistério em torno de Q Lazzarus.

O plano de Avidji é lançar o documentário em 2023 junto com um disco de canções originais gravadas por Luckey desde os anos 80.

O mistério de Q Lazzarus

Leia também:  Shaman lançou “Ritual” há 22 anos; veja outros fatos da música em 21 de junho

O mistério em questão se deve ao fato de Q Lazzarus nunca ter conseguido um contrato de gravadora, mesmo com suas músicas aparecendo em vários filmes de Jonathan Demme. O diretor conheceu Luckey praticamente da mesma maneira que Avidji: entrando num táxi do qual ela era a motorista.

Uma fita cassete de demos estava tocando porque no dia seguinte haveria uma sessão de estúdio para Q. Demme ficou impressionado com as músicas.

O diretor viria a utilizar o trabalho dda artista em quatro de seus filmes mais bem sucedidos, mas nem isso colaborou com que a carreira dela deslanchasse. Após participar da trilha de “Philadelphia” com uma cover de “Heaven”, do Talking Heads, ela sumiu a ponto de nem seus amigos ou companheiros de banda saberem onde estava.

A artista só deu sinal de vida em 2018, dando uma entrevista para a Dazed Digital, informando ao jornalista Thomas Gorton que estava viva, bem de saúde e que era motorista de ônibus em Staten Island há anos.

Apesar dessa entrevista dizendo estar bem, seu desejo continuava sendo fazer música, como Eva Avidji falou à Rolling Stone:

“Q passou os últimos 20 e poucos anos dirigindo carros e ônibus, mal podia esperar voltar a fazer música.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasQ Lazzarus, misteriosa cantora de “Goodbye Horses”, morre aos 61 anos
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda é jornalista formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso e cursou Direção Cinematográfica na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Apaixonado por música, já editou blogs de resenhas musicais e contribuiu para sites como Rock'n'Beats e Scream & Yell.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades