Foto: Jesse Wild / divulgação

Como era trabalhar com Gary Moore, segundo Neil Carter

Integrante do UFO relembrou exigência do guitarrista com colegas de banda e mudança de direção musical do hard rock para o blues

Reconhecido como membro do UFO, Neil Carter teve uma parceria prolífica com Gary Moore na década de 1980. A união foi retomada em 2010, mas abruptamente encerrada com a morte da lenda da guitarra no ano seguinte.

Em bate-papo com o Rock Interview Series, transcrito pelo Ultimate Guitar, o músico relembrou o saudoso colega e contou como se deu o início da colaboração.

“Recebi uma ligação dele perguntando se eu faria uma turnê, porque Don Airey tinha saído de sua banda. Não era para ser permanente, só essa excursão. E eu meio que aproveitei a chance de trabalhar não apenas com Gary, mas também com Ian Paice (baterista do Deep Purple) e Neil Murray (baixista do Whitesnake), a quem eu já conhecia muito bem. Ao final, percebemos que seria um bom relacionamento.”

Com o passar dos anos, Neil percebeu o quanto o guitar hero era exigente.

“Ele era muito duro com bateristas e baixistas. Creio que seja porque qualquer coisa o fazia sentir que a guitarra não estava soando tão bem…”

A dedicação de Moore à guitarra fez com que Neil adquirisse um papel de maior destaque, passando a dividir o microfone com o chefe.

“Assumi metade dos vocais, assim ele poderia tocar um pouco mais e se concentrar em sua guitarra. E nossas vozes se encaixaram muito bem. A carreira de Gary, embora fosse incipiente até certo ponto, estava em um caminho de ascensão à época.”

Gary Moore mergulha no blues

As carreiras da dupla se dividiram quando Gary Moore decidiu partir para o blues no início dos anos 1990. Neil Carter não se arrepende, pois estava cansado da vida de super estrela. Tanto que passou a lecionar música com o passar dos anos, voltando aos holofotes apenas recentemente.

“Gary disse que ia fazer um álbum de blues. Pensamos, ok, e então ele foi em frente. Achei que era algo temporário e logo retomaríamos de onde paramos. Mas o disco decolou a tal ponto que ele nunca mais voltou a tocar rock até 2010. E eu deixei bem claro, não era minha praia, blues não é meu tipo de música.”

Neil Carter e UFO

Em 2019, Neil Carter retornou ao UFO, banda com a qual já havia tocado como tecladista e guitarrista entre 1981 e 1983. Ele substitui Paul Raymond, falecido em abril daquele ano aos 73 de idade, vítima de um infarto. O grupo está realizando sua turnê de despedida.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share