Brasileiro Mateus Asato toca com Bruno Mars e Anderson .Paak no Grammy; assista

Guitarrista de Campo Grande (MS) radicado nos Estados Unidos faz parte da banda de apoio do projeto Silk Sonic, que une Mars e .Paak em sonoridade R&B

O guitarrista brasileiro Mateus Asato se apresentou ao lado de Bruno Mars e Anderson .Paak ao abrir o evento principal da 64ª edição do Grammy Awards, que ocorre neste domingo (3) em Las Vegas, nos Estados Unidos. Asato faz parte da banda de apoio do projeto Silk Sonic, que une Mars e .Paak em uma sonoridade orientada ao R&B.

A performance ao vivo realizada no Grammy trouxe uma versão de “777”, música que está no álbum de estreia do projeto, “An Evening with Silk Sonic”. Confira o vídeo abaixo.

https://twitter.com/sixthkeating/status/1510773705785454593

Embora acompanhe a banda em turnê, Mateus não chegou a trabalhar no disco. Lançado em novembro de 2021, o álbum fez com que o Silk Sonic concorresse em quatro categorias da premiação: Canção do Ano, Melhor Performance de R&B, Melhor Canção de R&B e Gravação do Ano, , em todas elas com a música “Leave the Door Open”. O grupo venceu os três primeiros prêmios – até o fechamento desta matéria, o quarto citado ainda não teve seu campeão revelado.

Mateus Asato, Bruno Mars e Silk Sonic

Fenômeno das redes sociais, Mateus Asato relembrou em entrevista à CNN que tocuo com Tori Kelly, Jessie J e com o próprio Bruno Mars em carreira solo antes de se juntar ao Silk Sonic. O músico brasileiro destacou ter conhecido Mars enquanto fazia um show com Jessie num festival na Europa, em 2018.

“A gente estava tocando no meio da tarde e o Bruno ia fechar a noite. Eles chegaram mais cedo e tiveram a oportunidade de ver a gente. Quis gravá-lo nos bastidores para mostrar para meus amigos no Snapchat. Chegou uma hora que ele veio se aproximando de mim. Falei: ‘Ferrou, o cara viu que eu o filmei.’ Mas ele contou que viu o show, me deu parabéns, disse que já tinha ouvido falar de mim pelos meninos da banda, que viram meus vídeos no Instagram. Eu fiquei muito surpreso com isso.”

O guitarrista com quem Bruno trabalhava na época precisou se afastar, pois seria pai. Foi quando surgiu o convite a Mateus, inicialmente para apresentações solo do artista americano e, mais recentemente, para o Silk Sonic.

“Eles perguntaram se eu topava entrar e eu falei: ‘mano, pra ontem’. Então organizei meu calendário para estar aqui e está sendo muito legal. É um projeto muito especial, sou suspeito para falar, mas é muito prazeroso participar de algo que você admira.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
28
Share