Por que Charlie Watts não se importava muito com os Beatles

Falecido em 2021, lendário baterista dos Rolling Stones sequer era grande fã de rock

A rivalidade entre Beatles e Rolling Stones foi algo muito mais criado e incentivado pela indústria e fãs do que uma realidade. Afinal, como todos sabem, a despeito de uma ou outra alfinetada sempre houve um respeito e admiração mútuos. Porém, uma figura específica não nutria qualquer apreço pela carreira do Fab Four: Charlie Watts.

Em 2009, o baterista dos Stones não fez questão de esconder seus sentimentos em entrevista à revista Rolling Stone (via Mirror e conforme resgatado pelo Far Out Magazine).

“Os Beatles não eram algo que eu almejava ser. Fizemos shows juntos e eles não eram nada demais no palco. Não tinham um som grandioso como Eric Clapton e o Cream, ou Jimi Hendrix.”

- Advertisement -

Mesmo assim, o músico reconhece os méritos da banda de Liverpool sem questionar.

“Eles foram um fenômeno. Era incrível ver como as pessoas os respeitavam. Foi o que realmente me marcou, mais do que John Lennon cantando ‘la-la-la’ ou Paul McCartney chacoalhando a cabeça. O efeito que causaram foi fantástico.”

Leia também:  A opinião de Geezer Butler sobre Slipknot, Fear Factory e nu metal em geral

Charlie Watts, Beatles, rock e jazz

A realidade dos fatos é que, apesar de ter tocado em uma das maiores bandas da história do estilo, Charlie Watts nunca foi uma figura típica do rock. Tanto visualmente quanto em termos de atitude, era uma espécie de antítese de seus próprios colegas.

Como o próprio chegou a declarar uma vez:

“Não amo rock and roll. Amo jazz. Mas amo tocar rock and roll com os Rolling Stones”.

Charlie Watts

Watts morreu em 24 de agosto de 2021, após ter passado por uma série de problemas cardíacos.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesPor que Charlie Watts não se importava muito com os Beatles
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades