John Frusciante conta quem o fez voltar ao Red Hot Chili Peppers

Ideia partiu de Anthony Kiedis e Flea, mas foi o baixista quem colocou na cabeça do guitarrista que ele deveria retornar à banda

O segundo retorno de John Frusciante ao Red Hot Chili Peppers foi “um dos grandes eventos” da história da banda. A frase foi dita pelo vocalista Anthony Kiedis, em entrevista ao New Musical Express.

Os músicos fizeram todo um plano visando reconquistar o guitarrista para seus domínios, após sentirem que as primeiras sessões do álbum “Unlimited Love”, ainda com Josh Klinghoffer, não estavam sendo tão frutíferas. Anthony relatou:

“Conversei com Flea e chegamos à conclusão de que seria legal envolvê-lo no processo. Muito tempo já havia se passado desde sua saída. Sabíamos que ele tinha voltado a se relacionar com nosso círculo de pessoas próximas, após muito tempo em sua própria bolha.”

Frusciante confirmou que o baixista o sondou, além de reacender a chama visando a possibilidade.

“Flea colocou a ideia do retorno em minha cabeça. Fiquei sentado, com a guitarra, lembrando que não compunha mais nenhuma canção voltada ao rock fazia um bom tempo. Veio a dúvida se ainda conseguia.”

Sai Josh Klinghoffer, volta John Frusciante

O ponto mais difícil, de acordo com Flea, foi falar com Klinghoffer, agora ex-membro, sobre o retorno do homem que havia substituído por uma década.

“Ele esteve conosco por uma década, foi emocionalmente complicado lidar. É um grande músico, com espírito de equipe, muito inteligente. Mas, artisticamente, sempre foi mais fácil trabalhar com John. Falamos a mesma linguagem musical.”

Red Hot Chili Peppers e “Unlimited Love”

Décimo-segundo álbum de estúdio dos Chili Peppers, “Unlimited Love” sai no próximo dia 1º de abril. Produzido por Rick Rubin, o trabalho duplo traz 17 faixas e tem 73 minutos de duração.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
48
Share