Edu Ardanuy lança financiamento coletivo para novo álbum solo “Wild”

Sucessor de “Electric Nightmare” (2009), próximo trabalho do ex-guitarrista do Dr. Sin deve chegar a público em abril

Ex-integrante do Dr. Sin e atual Sinistra, o guitarrista Edu Ardanuy está finalizando seu próximo disco solo, chamado “Wild”. O álbum sucede “Electric Nightmare”, lançado em 2009.

O músico lançou um projeto de financiamento coletivo que pode ser acessado clicando aqui. São oferecidas diferentes recompensas de acordo com cada valor. As possibilidades incluem até mesmo uma participação do protagonista da obra em uma música sua, além de masterclass, bate-papo e cursos, entre outros.

- Advertisement -

De acordo com o próprio:

“O ‘Wild’ marca um novo capítulo na minha trajetória, e ao longo de suas 10 músicas, mostro uma face diferente de tudo o que já fiz até hoje. Assim como trabalhei em cada detalhe dessas composições também estou empenhado em que esse trabalho chegue até você de uma forma diferenciada. Trabalhar de forma independente possibilita a liberdade artística de conceber esse projeto exatamente da forma como eu gostaria: com a máxima qualidade em todos os sentidos.”

O trabalho foi gravado com Glécio Nascimento no baixo e Manny Monteiro na bateria, além de uma série de convidados especiais. A promessa é de que ele seja entregue em abril deste ano.

Leia também:  Black Country Communion anuncia novo álbum “V” e lança single

Um documentário de duas partes sobre o disco pode ser conferido nos vídeos abaixo.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioLançamentosEdu Ardanuy lança financiamento coletivo para novo álbum solo “Wild”
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades