Por que o Melvins demitiu Kurt Cobain da produção do álbum “Houdini”

Líder do Nirvana guiaria as gravações do primeiro disco da banda de Buzz Osborne em uma grande gravadora, mas teve de ser retirado do projeto devido ao vício

Kurt Cobain e Buzz Osborne foram amigos desde a adolescência, quando cresceram em pequenas cidades do estado de Washington. Entretanto, a relação foi prejudicada quando o líder do Nirvana foi convidado a produzir “Houdini” (1993), álbum que marcava a estreia do Melvins em uma grande gravadora.

Osborne descreveu à Metal Hammer a situação de Cobain quando deveria ter sido o produtor do disco.

“Ele estava uma bagunça, drogado o tempo todo, especialmente na parte final dos trabalhos. Fui até o escritório da Atlantic e disse que não dava para continuar. Não tinha interesse em expor seus problemas pessoais, só queria tirá-lo do projeto. Desfizemos a parceria e contratamos GGGarth Richardson, que havia produzido o Rage Against the Machine.”

Apesar do desgaste, o nome de Kurt Cobain apareceu nos créditos do álbum, assim como sua participação tocando guitarra em “Sky Pup” e percussão em “Spread Eagle Beagle”. A tracklist ainda contava com uma versão para “Goin’ Blind”, do Kiss.

“Houdini” vendeu 110 mil cópias à época do lançamento. O que seria um sucesso para os padrões atuais sequer colocou o Melvins no top 100 americano à época.

Contrato com gravadora

Ao comentar sobre o que despertou interesse de uma gravadora major em sua banda, Buzz Osborne foi seco e direto na resposta: eles simplesmente estavam contratando todo mundo que tivesse a ver com a então ascendente cena de Seattle.

“O Nirvana e o Soundgarden vendiam muito. Sabíamos que não atingiríamos o mesmo patamar, só queríamos lançar algo com eles, divulgar o nosso nome e seguir em frente. Era puramente uma questão de negócios.”

Melvins e Nirvana

A importância do Melvins na história do Nirvana é reconhecida. Kurt Cobain conheceu o baixista Krist Novoselic em um ensaio do grupo em Aberdeen, Washington.

A primeira banda de Cobain, Fecal Matter, contou com Dale Crover, baterista do Melvins. Osborne também entrou mais tarde, tocando baixo. “Downer” e “Spank Thru”, músicas que fariam parte do repertório do Nirvana, são dessa época.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
33
Share