Dream Theater foi criado para fundir Metallica com Yes, segundo John Petrucci

“Quando começamos, ninguém falava em metal progressivo, era um conceito inédito”, refletiu o guitarrista sobre início da carreira da banda

O guitarrista John Petrucci relembrou a proposta sonora do Dream Theater no início da carreira.

De acordo com o próprio, em entrevista à Classic Rock, a ideia era criar algo que até então não havia sido escutado por ninguém. Sendo assim, nada melhor que reunir influências díspares dentro do conceito do rock/metal: Metallica e Yes.

“Quando começamos, ninguém falava em metal progressivo, era um conceito inédito. Nossa proposta era misturar Metallica e Yes na mesma banda. Hoje há essa grande árvore genealógica, com vários galhos diferentes. Não é mais considerado algo nerd ou chato. O jogo virou.”

Dream Theater e o grunge

Ao contrário de outras ramificações do hard/heavy, John Petrucci acredita que o Dream Theater se beneficiou do subgênero que tomou as paradas de assalto no início da década de 1990.

“O período de ascensão do grunge foi realmente ótimo para nós. Foi exatamente quando o álbum ‘Images and Words’ foi lançado, em 1992. De alguma forma tivemos um sucesso radiofônico com ‘Pull Me Under’, que resistiu a todo o sistema.”

Do topo do mundo

A View from the Top of the World”, álbum mais recente do Dream Theater, saiu no último dia 22 de outubro.

O trabalho chegou ao top 10 em uma dezena de paradas internacionais, com destaque para a 1ª colocação na Finlândia, 2ª na Alemanha e 3ª na Holanda e Suíça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share