Emo Fight: criaram um evento de luta livre entre emos nos Estados Unidos

Lutas acontecerão ao som de clássicos do estilo, popular no início dos anos 2000

Uma “rinha de emo” pode não parecer o evento mais provável de ser feito em qualquer lugar no mundo. Todavia, é exatamente isso que vai acontecer, nos Estados Unidos, no próximo dia 23 de setembro.

Chamado Emo Fight, o evento da Game Changer Wrestling (GCW) promete trazer o melhor da luta livre e também da subcultura emo, que foi tão popular na primeira década do século 21.

- Advertisement -

Marcada para acontecer no Melrose Ballroom, em Nova York, a atração foi criada para ser a versão wrestling das antigas Emo Nights, baladas onde DJs e música eletrônica disputavam espaço com bandas como My Chemical Romance, Bullet For My Valentine e tantas outras. O comunicado oficial do evento explica esse conceito, que é ao mesmo tempo inusitado e – por que não? – viável.

“Combinamos os melhores elementos da ‘Emo Night’, uma celebração popular do emocore e do pop punk e suas músicas favoritas dos tempos de MySpace com o mundo da Game Changer Wrestling. Trazendo lutas ao vivo, junto com performances musicais, DJs ao vivo e doses pesadas de nostalgia e uma apresentação única, Emo Fight dará tanto aos fãs de emo como de luta livre uma noite para lembrarem.”

Leia também:  Slash anuncia morte de enteada de 25 anos e cancelamento de 4 shows

Veja o teaser em vídeo a seguir.

Emo Fight – luta livre entre emos

O evento, que começa a vender ingressos nos próximos dias, marca o retorno da GCW a Nova York após uma longa temporada. Tem tudo para ser um sucesso, dada a popularidade do gênero musical envolvido.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasEmo Fight: criaram um evento de luta livre entre emos nos Estados...
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Interessado em música desde a infância, teve um blog sobre discos de hard rock/metal antes da graduação e é considerado o melhor baixista do prédio onde mora. Tem passagens por Ei Nerd e Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades