Foto: Larry Busacca / divulgação

Scott Weiland terá sua história contada em filme no formato cinebiografia

Produção será baseada em livro autobiográfico do vocalista do Stone Temple Pilots e Velvet Revolver, mostrando “lados menos conhecidos” dele

O vocalista Scott Weiland (Stone Temple Pilots, Velvet Revolver), falecido em 2015, será um dos próximos artistas a ser homenageado com um filme no formato cinebiografia.

O longa-metragem será produzido pela Dark Pictures com base no livro “Not Dead & Not For Sale”, autobiografia do cantor que foi concluída por David Ritz. O roteiro é de autoria de Jennifer Erwin, uma das fundadoras da produtora e grande fã do trabalho de Weiland, especialmente no STP.

Os direitos de adaptação cinematográfica do livro foram comprados pela Dark Pictures e por Orian Williams. A família de Scott Weiland e os gestores de seus bens e legado devem colaborar com a produção, dando até mesmo acesso a músicas inéditas deixadas pelo vocalista.

Em um comunicado, divulgado pelo Hollywood Reporter, Jennifer Erwin falou da expectativa para o filme, que ainda não tem previsão de estreia.

“É uma honra ter a confiança para contar a história de Scott e a possibilidade de representar seus lados menos conhecidos – o homem terno e amável que ele era, o atleta do colégio que ele era, a alma melancólica e o frontman lendário que ele sempre será.”

Scott Weiland marcou época a frente do Stone Temple Pilots, tendo participado também do supergrupo Velvet Revolver, ao lado de ex-membros do Guns N’ Roses. Em 2008, ele retornou ao STP, sendo demitido em 2013 devido ao comportamento complicado por conta dos vícios.

O vocalista morreu em 3 de dezembro de 2015, aos 48 anos, após um ataque cardíaco causado por uma combinação fatal de cocaína, ecstasy e álcool. Ele foi encontrado sem vida no ônibus de turnê de seu projeto solo, Wildabouts, em Minnesota, nos Estados Unidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share