Foto: divulgação

Documentário “As Nove Vidas de Ozzy Osbourne” estreia neste sábado (20) no Brasil

O canal de TV por assinatura A&E estreia neste sábado (20), às 23h20, o filme “As Nove Vidas de Ozzy Osbourne”. Narrando toda a trajetória do vocalista Ozzy Osbourne, o longa traz entrevistas do próprio cantor, de familiares, de colegas de banda e amigos da música como um todo.

O canal de TV por assinatura A&E estreia neste sábado (20), às 23h20, o filme “As Nove Vidas de Ozzy Osbourne”. Narrando toda a trajetória do vocalista Ozzy Osbourne, o longa tem direção e produção de R. Greg Johnston, com produção executiva do próprio cantor, de sua esposa e empresária Sharon Osbourne, de seu filho Jack Osbourne e de Peter Glowski.

Como parte do selo Biography, “As Nove Vidas de Ozzy Osbourne” tem, ao todo, duas horas de duração. Em material de divulgação, a A&E afirma que o filme “celebra, sem filtro e em primeira pessoa, uma das maiores estrelas do rock por meio de entrevistas exclusivas e filmagens”.

Ao longo da obra, o próprio Ozzy reflete sobre as muitas fases de sua vida:

  • de sua infância na pobreza em Birmingham, Reino Unido, até seu tempo na prisão;
  • sua ligação inicial com a música e como os Beatles “mudaram sua vida”;
  • sua trajetória como vocalista do Black Sabbath;
  • um dos períodos mais difíceis de sua vida após a separação de sua primeira mulher, a morte de seu pai e a expulsão da banda;
  • sua carreira solo de sucesso;
  • seus sérios problemas com drogas e álcool;
  • o recente diagnóstico de Parkinson
  • todo o caminho até se tornar um dos mais antigos representantes do rock e um adorável pai na televisão no século 21.

Entre os nomes entrevistados, estão, claro, a esposa Sharon e os filhos Aimee, Kelly e Jack Osbourne, além dos outros integrantes da formação clássica do Black Sabbath – o guitarrista Tony Iommi, o baixista Geezer Buttler e o baterista Bill Ward – e amigos e colegas músicos, como Ice-T, Rob Zombie, Jonathan Davis, Post Malone, o produtor Rick Rubin, entre outros.

Sharon Osbourne comenta:

“Ele deixou uma das maiores bandas de rock do mundo e cresceu, tornou-se um artista com credibilidade por conta própria, encontrou grandes novos talentos e se tornou grande na televisão. Ninguém tinha feito isso. Ozzy sempre foi um homem do povo, o que para mim é… é apenas uma das coisas que amo nele.”

Documentário não tenta “disfarçar” nada

Ozzy, Sharon e o filho do casal, Jack, participaram de uma conferência via Zoom com jornalistas da América Latina, acompanhada por este jornalista, em ação de divulgação do documentário “As Nove Vidas de Ozzy Osbourne”. O vocalista participou apenas da etapa inicial, com perguntas feitas por um representante da A&E, enquanto Sharon e Jack responderam a perguntas dos repórteres.

Tanto o Madman quanto sua esposa e empresária exaltaram o trabalho feito pela equipe de produção do documentário. Sharon declarou:

“Acho que esse documentário é muito preciso, a forma como tudo é mostrado. Não estamos tentando disfarçar nada. É muito real, muito fidedigno. Mostra os triunfos de Ozzy, os momentos que ele viveu. Creio que seja um grande documentário sobre a vida de uma pessoa, e Ozzy teve uma vida muito interessante.”

Ozzy completou:

“Não tem nada maquiado ou alterado para que se veja mais do que eu realmente sou. Mostra o bom, mostra o triste, mostra informações honestas.”

Diagnóstico de Parkinson

Com relação a detalhes sobre o recente diagnóstico de Parkinson, Jack Osbourne disse que o filme retrata aquilo que se sabia no momento das filmagens. A produção, vale lembrar, já estreou no exterior em 2020, o que indica que esteja pronta há um bom tempo.

“Tivemos duas horas para contar uma história de 72 anos, então, tentamos abordar o máximo que podíamos. Há coisas que as pessoas já conhecem junto de outras que as pessoas não sabem, como certas histórias e aprofundamentos. Sobre o Parkinson, quando gravamos, era no início de seu diagnóstico. Falamos sobre isso, reconhecemos a doença e contamos o que sabíamos até aquele momento.”

Sharon Osbourne, por sua vez, deixou claro que a vida de Ozzy Osbourne não mudou por completo desde o diagnóstico.

“Sua condição muda todos os dias. Há dias em que Ozzy está ótimo, caminhando, sentindo-se esplêndido. Na semana seguinte, ele pode ter dois dias muito ruins onde não sente energia. Nada é permanente, muda o tempo todo. Ozzy trabalha com um fisioterapeuta, buscamos cada novo remédio que seja lançado sobre Parkinson, os melhores tratamentos. Então, cada dia é diferente. Não é uma condição onde você fica em uma cadeira de rodas para sempre. Não é assim para Ozzy.”

Serviço – As Nove Vidas de Ozzy Osbourne

“As Nove Vidas de Ozzy Osbourne” estreia neste sábado (20), às 23h20, no canal de TV A&E Brasil. A emissora está disponível nos pacotes por assinatura: Claro, canais 138 e 638 (HD); SKY, canais 138 e 538 (HD); Oi, canal 72; e Vivo, canal 645.

1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
108
Share