Sebastian Bach relembra fato bizarro após Guns N’ Roses ‘causar’ em St. Louis

Poucos sabem, mas o vocalista Sebastian Bach estava em St. Louis, nos Estados Unidos, na noite em que ocorreu o famoso tumulto envolvendo o Guns N’ Roses. Na ocasião, em 2 de julho de 1991, a banda encerrou o show antes da hora após Axl Rose partir para cima de um fã que tirava fotos da apresentação. O público se revoltou com o fim da performance e causou uma confusão generalizada.

Em entrevista à rádio KSHE 95 (transcrita pelo Ultimate Guitar), Sebastian Bach relembrou, inclusive, uma situação curiosa ocorrida na mesma noite. O cantor, que integrava o Skid Row na época, revelou que um amplificador do então guitarrista do Guns N’ Roses, Izzy Stradlin, foi encontrado a três quilômetros do Riverport Amphitheater, onde ocorria a apresentação.

Inicialmente, Bach comentou que passou a noite anterior ao show com os músicos do Guns N’ Roses em uma boate de strip-tease em St. Louis. “Era onde estávamos, eu e o Guns N’ Roses, Axl, todos ficamos lá até amanhecer”, afirmou.

Depois, Sebastian contou que a história que mais o assusta sobre o incidente é que, “no dia seguinte, encontraram um dos amplificadores de Izzy Stradlin a uns três quilômetros, em uma parada de ônibus”. “Era uma caixa Marshall. Alguns fãs devem ter subido no palco, pegaram tudo e carregaram, pensando que levariam para casa”, contou Bach, aos risos.

O cantor complementou: “Eles devem ter chegado ao ponto de ônibus e o motorista, provavelmente, disse: ‘você não pode transportar isso aqui’. Devia ser algo grande demais ou, talvez, só deixaram no ponto de ônibus mesmo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share