Steve Perry assina com nova gravadora e diz querer voltar a fazer shows

Durante entrevista, vocalista não deu detalhes do acordo, mas disse estar "muito animado" e revelou trabalhar em novo material

Ao deixar o Journey pela segunda vez em 1998, Steve Perry ficou afastado dos holofotes. Ainda assim, o vocalista continuou lançando material solo, mesmo que em ritmo mais lento, e participando de eventuais parcerias. Em 2018, por exemplo, disponibilizou “Traces”, seu primeiro disco em 24 anos. 

Agora, o cantor assinou com uma nova gravadora, o que significa que novos projetos estão a caminho. Em entrevista à Rolling Stone, ele optou por não dar detalhes a respeito do acordo ou da companhia em questão, mas mostrou entusiasmo e prometeu anunciar novidades em breve.

- Advertisement -

O artista declarou:

“Acabei de assinar com uma nova gravadora. Estou muito animado. Logo terei a oportunidade de trabalhar com pessoas muito, muito criativas musicalmente. Provavelmente anunciarei com quem assinei muito em breve. Isso é o máximo que posso dizer, mas estou animado com isso e já estou trabalhando em coisas novas.”

Como pontuou, a ideia agora é entrar em estúdio e gravar o sucessor de “Traces”. Num primeiro momento, a gravadora deu total liberdade para que escolhesse o que criar. 

“As pessoas da nova gravadora são muito solidárias. Eles me disseram: ‘não nos importamos com o que você faça, só queremos fazer isso com você’.”

Além disso, Steve, aos 75 anos, também não descarta uma turnê. Seu último giro solo, em divulgação ao álbum “For the Love of Strange Medicine”, terminou em 1995. Inicialmente, havia planos de excursionar com o material mais recente, mas, por questões de idade e saúde, preferiu não arriscar.

“Bem, é uma longa história. Estou na idade avançada e todo mundo nessa idade sente algumas dores e coisas do tipo. Mas [voltar a fazer turnês] é uma pergunta muito boa que eu tenho me feito também.”

Com a insistência de Trev Lukather, filho de Steve Lukather, e com o passar do tempo, o artista vem amadurecendo a possibilidade. O próprio confessou que sente falta de estar nos palcos: 

Leia também:  Ozzy Osbourne quer fazer show final do Black Sabbath com Bill Ward

“Sendo sincero, Trev está enchendo meu saco com isso há muito tempo. É algo que estou sentindo muita falta. Eu não consigo nem explicar o quanto. Recuperei emocionalmente o sentimento original que eu tinha sobre cantar que me fez precisar voltar. Eu não queria apenas continuar mudando o rumo […]. [Quanto a voltar a fazer turnês], nunca digo nunca neste momento. Minha vida me provou exatamente isso.”

Steve Perry recentemente

Neste mês, Steve Perry ofereceu backing vocals para a regravação de uma música lado B do Journey. O cantor participou de uma nova versão para a faixa “It Could Have Been You”, presente no álbum “Raised on Radio” (1986), disponibilizada no último dia 7.

A releitura foi lançada pelo grupo The Effect, que inclui na formação o guitarrista Trev Lukather e o baterista Nic Collins, respectivamente, filhos de Steve Lukather e Phil Collins. Por fim, o tecladista Steve Maggiora, do Toto, e o vocalista Emmett Stang também fazem parte do lineup.

A voz de Perry surge bem discreta ao fundo da faixa. Anúncios anteriores não confirmavam como seria a participação, o que levou muitos fãs a acreditarem que ele assumiria vocais principais pelo menos em algum trecho.

Por meio de uma postagem nas redes sociais, Steve revelou como a colaboração surgiu. Segundo relato do próprio, a ideia de dar uma nova cara para a faixa partiu dele, mas o convite para que participasse veio de Trev. 

O artista escreveu:

“Em 1986, o álbum ‘Raised on Radio’ do Journey foi lançado, com uma música que sempre pensei nela como um diamante bruto. Conheço Trev Lukather desde que ele tinha nove anos de idade e ele é um músico muito talentoso. Um dia estávamos conversando sobre sua nova banda, The Effect, e ele surpreendentemente mencionou que ‘It Could Have Been You’ é uma de suas faixas favoritas daquele disco. Eu disse a ele que sentia o mesmo e aí falei: ‘por que você não a regrava?’. Ele perguntou se eu cantaria se eles fizessem isso e eu respondi: ‘é claro, meu precioso!’. Devo dizer que cantar nessa faixa tão poderosa trouxe à tona em mim a experiência vocal que eu tinha anos atrás.”

Sobre o cantor

Nascido em Hanford, Califórnia, Stephen Ray Perry começou cantando na cena local. Quando estava na banda Alien Project, abandonou a música após o baixista morrer em um acidente de carro. Foi convencido pela mãe a voltar.

Leia também:  Marty Friedman odeia ver “ex-Megadeth” escrito ao lado de seu nome em notícias

Fez história como vocalista do Journey, estabelecendo os padrões básicos para um vocalista do subgênero conhecido popularmente como AOR. Ainda lançou 4 álbuns solo, incluindo um de canções natalinas.

Participou do projeto USA For Africa. Também apareceu em gravações de Sammy Hagar, Kenny Loggins, Dolly Parton, Jason Becker, Robert Cray e Crosby, Stills, Nash & Young, entre vários outros.

Após sua segunda saída do Journey, no final do século passado, se distanciou do show business visando evitar a espetacularização da vida pessoal. Mesmo tendo voltado a gravar, não costuma fazer muitas aparições públicas.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasSteve Perry assina com nova gravadora e diz querer voltar a fazer...
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades