Rodolfo Abrantes diz não ouvir música hoje em dia: “gosto de silêncio e futebol”

Ex-vocalista do Raimundos fez críticas à situação atual da indústria, estabelecendo comparação com a pornografia

O impacto da história de Rodolfo Abrantes como vocalista do Raimundos foi tão grande no rock nacional que, mesmo após mais de duas décadas do rompimento, o grupo mantém relevância histórica pela curta obra que deixou. Ainda assim, o cantor não pensa em retomar a parceria, dadas as suas convicções pessoais atuais.

Mais do que isso: ele garante sequer escutar música atualmente. Seu hobby hoje se resume a assistir futebol. A revelação foi feita durante participação no podcast “Inteligência Ltda”.

- Advertisement -

Disse o artista, conforme transcrição do Whiplash:

“Hoje em dia, não ouço música. Não ouço nada. Não tenho nem fone. Eu ouço o que minha mulher ouve. Sou muito sensível à música. Se vejo uma propaganda, decoro. Eu desencanei. Não sei explicar. Não é birra nem voto, só não tenho hábito. Gosto de silêncio e futebol.”

“Sou meio Mick Jagger”

Figura presente em várias edições do Rock Gol, da MTV, Rodolfo garante que não joga mais, apenas acompanha. E de casa, já que se denominou um pé frio.

Leia também:  Cover de Tim Maia por João Gordo rende provocação de Digão e resposta

“Me lesionei jogando, então não jogo. Sou Flamengo. Sou meio Mick Jagger, tenho medo de ir! [risos] O último que fui foi em 2019, ano de ouro do Flamengo. O único que perdemos na Libertadores foi esse.”

Em outro momento da conversa, o ex-parceiro musical de Digão, Canisso e Fred criticou algo que, de certo modo, lhe deu o reconhecimento de outrora.

“Para fazer sucesso hoje você tem que ser pornográfico. A música e a pornografia estão andando juntas.”

Rodolfo pós-Raimundos

Assim que deixou o Raimundos, Rodolfo criou o projeto Rodox. Dois álbuns foram lançados, “Estreito” (2002) e “Rodox” (2003). As atividades foram encerradas logo a seguir, após desentendimentos públicos e trocas de acusações.

Leia também:  Guns N’ Roses está “tentando” fazer novo álbum, diz Slash

Abrantes ainda registrou cinco trabalhos solo de estúdio com temática voltada ao neopetencostalismo: “Santidade ao Senhor (2006)”, “Enquanto é Dia” (2007), “R.A.B.T. Rompendo as Barreiras do Templo” (2012), “Joio ou Trigo” (2015) e “O Dia Que Será Para Sempre” (2018). Posteriormente, disponibilizou uma série de singles avulsos.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasRodolfo Abrantes diz não ouvir música hoje em dia: “gosto de silêncio...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades