A sarcástica música do Pink Floyd sobre pai morto de Roger Waters

Faixa do segundo álbum do grupo é a única de toda a carreira a contar com três vocalistas principais se alternando

A perda do pai durante a Segunda Guerra Mundial alterou permanentemente a perspectiva de vida de Roger Waters. Apesar de muito jovem para ter qualquer lembrança concreta, o músico celebra o genitor até hoje, como quem esteve em algum de seus recentes shows no Brasil pôde comprovar.

A história comovente de Eric Fletcher Waters é semelhante a centenas de milhares de outras e se tornou de grande influência nas composições de seu filho. Uma delas foi “Corporal Clegg”. Porém, a música de “A Saucerful of Secrets” (1968), segundo álbum do Pink Floyd, não pode ser descrita exatamente como uma homenagem.

- Advertisement -

O título da faixa é uma referência a Thaddeus Von Clegg, conhecido como o inventor do instrumento de sopro chamado kazoo – ou mirlitão. O dispositivo tem como característica principal modificar o som da voz de uma pessoa através de uma membrana vibratória.

Só mais de 40 anos após seu lançamento é que Waters decidiu esclarecer o contexto autobiográfico por trás da obra. No entanto, a história de seu pai foi um pouco diferente daquela do protagonista, fruto da liberdade criativa. Nela, o personagem volta para casa com uma perna de madeira.

Leia também:  Por que Toto lançou tantas músicas com nomes de mulheres, segundo Steve Lukather

Disse Roger à revista Mojo em 2009, conforme resgate do Far Out Magazine:

“‘Corporal Clegg’ é sobre meu pai e seu sacrifício na Segunda Guerra Mundial. É um tanto sarcástica – a ideia de a perna de pau ser algo que você ganhou na guerra, como um troféu.”

Pink Floyd e “Corporal Clegg”

“Corporal Clegg” é a única música da carreira do Pink Floyd a contar com três integrantes se alternado nos vocais principais: David Gilmour, Richard Wright e Nick Mason. Sim, curiosamente, Roger Waters não exerceu a função na gravação, embora fosse o principal cantor do grupo.

A Stanley Myers Orchestra se encarregou dos metais. O produtor Norman Smith registrou vozes de fundo. O disco “A Saucerful of Secrets” ganhou disco de prata no Reino Unido, onde chegou ao 9º lugar na parada.

Leia também:  Entre a luz e as trevas: a história de “Headless Cross”, do Black Sabbath

A faixa nunca foi executada ao vivo. Ainda assim, ganhou dois videoclipes, filmados para televisões da Bélgica e da Alemanha.

A morte de Eric Fletcher Waters, pai de Roger Waters

Roger Waters tinha apenas cinco meses quando seu pai foi morto em 1944, durante a Batalha de Anzio, ocorrida na costa oeste da Itália. A falta do convívio moldou a personalidade do artista que conhecemos hoje. É, obviamente, uma das razões pelas quais o astro adotou uma postura antiguerra apaixonada ao longo da sua vida adulta.

À medida que envelhecia, passou a usar a voz para compartilhar seus verdadeiros sentimentos sobre como pessoas que entraram em conflitos contra aas próprias vontades se tornaram rejeitadas pela sociedade.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA sarcástica música do Pink Floyd sobre pai morto de Roger Waters
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades