Quando Phil Collins confrontou um crítico do Genesis

Músico não gostou de resenha negativa de show e telefonou para redação de jornal visando tirar satisfação

A despeito do que algumas pessoas dizem sobre não ligar para críticas e opiniões alheias, a realidade mostra que ninguém consegue ficar totalmente alheio. Há quem reaja de forma menos expansiva, mas todo mundo sente de alguma forma – o que já testemunhamos em nosso próprio trabalho algumas vezes. Phil Collins é do tipo que não esconde.

Em 2016, durante entrevista à CBS Radio, o astro revelou que já havia enviado correspondência e telefonou a jornais para tirar satisfações. O motivo teria sido uma resenha negativa a um show do Genesis, de data não declarada pelo baterista e vocalista.

- Advertisement -

Disse ele, conforme resgate do Rock and Roll Garage:

“Estou muito melhor hoje em dia em relação a isso, mas costumava tirar satisfação com as pessoas. Escrevi uma carta para um cara que fez um artigo muito contundente sobre mim em San Francisco. E em Indianápolis, lembro que fizemos um show do Genesis. Pouco antes de sairmos da cidade, o jornal foi colocado debaixo da minha porta. Eu li e vi a resenha. Ele listava músicas que não tocávamos e pessoas da banda que não estavam lá.”

“Você não é muito bom nisso, não é?”

A solução foi recorrer ao telefone, como faziam os bárbaros em décadas passadas. Collins relembrou:

Leia também:  A banda dos anos 90 que Slash cita como a melhor para se ver ao vivo

“E eu liguei para o jornal atrás do cara: ‘Posso falar com fulano de tal?’. Ele atendeu e eu disse: ‘É Phil Collins’. E ele respondeu: ‘O quê, sério? O Phil Collins?’. Eu disse: ‘Sim, ouça. Acabei de ler sua crítica. Você não é muito bom nisso, não é?’. E eu ataquei ele, porque 15 mil pessoas estavam lá, mas 250 mil pessoas que compram o jornal não estavam.”

Para o músico, o poder da crítica acaba formando opinião de forma perigosa. Ele disse:

“Quem leu o artigo achou que o show foi uma porcaria. ‘Ah, que bom que economizamos nosso dinheiro, porque o show foi uma m*rda’. E é isso que eu sempre penso. Não é como se tivesse me afetado pessoalmente (nota da redação: imagina se tivesse afetado), é apenas uma mensagem de que isso era uma besteira. E então eu meio que ficava muito mais preocupado com isso. Agora eu sei… eu sei o que vai acontecer; Eu sei o que eles vão dizer. Então não fico mais surpreso com isso.”

Phil Collins atualmente

Hoje em dia, Phil Collins não precisa mais se preocupar com as críticas. O astro encerrou a carreira após o fim da turnê “The Last Domino?”, do Genesis, em 2022. Como artista solo, não sobe em um palco desde 2019. Declarações de pessoas próximas indicam que ele estaria com severas limitações físicas, situação que já vinha evoluindo em tempos recentes.

Leia também:  Turnstile promove sessão de descarrego com show em SP

O músico sai de cena como um dos três únicos que venderam mais de 100 milhões de discos tanto com sua banda quanto com o próprio nome. Os outros dois são Paul McCartney (Beatles) e Michael Jackson (The Jackson 5/The Jacksons).

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesQuando Phil Collins confrontou um crítico do Genesis
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades