A opinião de Mark Knopfler sobre sua própria voz

Frontman do já extinto Dire Straits não se sente tão seguro em relação a seus vocais, mas cita outro cantor que o inspirou a se "aceitar"

É impossível não associar as músicas do Dire Straits à voz de seu líder, Mark Knopfler. Ainda que não tenha uma potência vocal notável, o frontman quem deu vida a diversos hits ao longo da carreira da banda.

Mesmo assim, o músico admite que não se reconhece como um cantor — algo impensável para alguém que exerce a função há tanto tempo.

- Advertisement -

Em participação no podcast Rockonteurs (transcrita pelo Ultimate Classic Rock), Knopfler esbanjou humildade ao se situar enquanto músico, em sua própria visão. Ele afirmou:

“Eu ainda não penso em mim totalmente como um cantor. Levei um longo tempo para pensar em mim mesmo como um guitarrista, não se esqueça disso. E então como um compositor, isso levou tempo. Agora, cantor, eu nem estou contando.”

O músico, dono de uma técnica única como guitarrista e autor de diversos hits, destacou que só começou a cantar porque não havia ninguém na banda disposto a fazer isso. Knopfler disse ainda que só continuou no microfone principal porque percebeu que sua voz, pelo menos, não fazia as pessoas irem embora.

No entanto, ele cita um artista também de registro não muito potente, que o ajudou a aceitar suas própria limitações enquanto cantor:

Leia também:  David Ellefson alfineta Metallica e Megadeth ao elogiar Overkill

“Eu acho que Bob Dylan era inspirador no sentido de que você percebia que não precisava ser clássico, sabe? Enquanto músico, eu amo e adoro Frank Sinatra e todas essas coisas, os ‘cantores cantores’, mas eu percebi na música folk que tinha algo mais acontecendo. Você poderia ser bruto enquanto cantor e ainda contar sua história. Sua história poderia acontecer, desde que você realmente se dedicasse ao que estava fazendo.”

Foto: Ben Houdijk / Depositphotos

“One Deep River”

Mark Knopfler lança seu novo álbum solo dia 12 de abril, via Blue Note Records. “One Deep River” conta com 12 faixas em seu tracklist convencional. Ainda haverá um box-set com músicas extras exclusivas nos formatos de LP e CD – ambos integrantes da mesma caixa.

O trabalho interrompe um hiato de 6 anos desde o mais recente disco de inéditas do eterno líder do Dire Straits. Disponibilizado em novembro de 2018, “Down the Road Wherever” chegou ao top 20 em 23 paradas nacionais, com destaques para o 1º lugar na Suíça e Noruega, além do 15º nos Estados Unidos e 17º no Reino Unido.

Leia também:  John Sykes não voltará ao mundo da música, diz guitarrista do Tygers of Pan Tang

As gravações aconteceram em Londres, Inglaterra, no British Grove Studios. Mais uma vez, Mark trabalhou com o produtor e multi-instrumentista Guy Fletcher, que participou dos últimos anos do Dire Straits, além de ter integrado o Roxy Music e a banda solo de Bryan Ferry.

Sobre Mark Knopfler

Nascido em Glasgow, Escócia, Mark Freuder Knopfler foi criado em Manchester, Inglaterra. Seu pai, húngaro, fugiu do país em 1939, devido a ameaças por sua postura antifascista.

Em 1977 fundou o Dire Straits com seu irmão, David. A banda existiu até metade dos anos 1990 – com uma parada entre 1988 e 1991 –, vendendo mais de 100 milhões de discos em todo o mundo.

Desde 1996 se dedica à carreira solo, além de assinar trilhas de filmes. Canhoto, não inverteu as cordas da guitarra, se adaptando ao convencional. Também não usa palheta, tocando apenas com os dedos.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA opinião de Mark Knopfler sobre sua própria voz
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Interessado em música desde a infância, teve um blog sobre discos de hard rock/metal antes da graduação e é considerado o melhor baixista do prédio onde mora. Tem passagens por Ei Nerd e Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades