Carta pedindo IA responsável na música traz Pearl Jam, Stevie Wonder, Greta Van Fleet e mais

Documento denunciou prática de utilizar composições não licenciadas para ensinar ferramentas a copiar artistas humanos

Alguns dos maiores artistas do planeta tomaram uma posição com relação ao uso de seu material em ferramentas de inteligência artificial. Mais de 200 músicos assinaram uma carta aberta a empresas de tecnologia, provedores de serviços digitais e desenvolvedores chamando atenção para o que chamam de práticas irresponsáveis e um ataque à criatividade humana.

Publicada nesta terça-feira (2) através da ONG Artists Rights Alliance, a carta solicita a interrupção do uso de IA para infringir e desvalorizar os direitos de artistas. Billie Eilish, Pearl Jam, Greta Van Fleet, Jason Isbell, Katy Perry, Nicki Minaj, Elvis Costello, Jon Batiste, Stevie Wonder, além dos espólios de Bob Marley e Frank Sinatra, estão entre os principais signatários da declaração.

- Advertisement -
Leia também:  Slipknot faz mistério com outdoor e site novos

O texto publicado online atesta:

“Não se enganem: nós acreditamos que, quando usada de maneira responsável, a IA tem um potencial enorme para avançar a criatividade humana e numa maneira que permite o desenvolvimento e crescimento de novas e empolgantes experiências para fãs de música em todo lugar. Infelizmente, algumas plataformas e desenvolvedores estão usando IA para sabotar criatividade e minar artistas, compositores, músicos e detentores de direitos autorais.”

A maior acusação feita pelo documento é relacionada ao uso não licenciado de músicas para educação de grandes modelos de linguagem, nome técnico para as ferramentas de IA disponíveis. Segundo a carta, tratam-se de esforços para substituir o trabalho de artistas humanos por quantidades enormes de sons e imagens criadas artificialmente que diluem os retornos de direitos autorais.

Leia também:  Pearl Jam lança o single “Wreckage” dois dias antes de novo álbum

Músicos e inteligência artificial

Em declaração publicada junto à carta, a diretora executiva da Artists Rights Alliance, Jen Jacobsen, afirmou:

“Músicos profissionais já tem dificuldades de pagar as contas no ambiente de streaming, e agora tem que se preocupar em competir contra uma avalanche de barulho gerado por IA. O uso antiético de geração de inteligência artificial para substituir artistas humanos vai desvalorizar todo o ecossistema musical – para artistas e fãs.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasCarta pedindo IA responsável na música traz Pearl Jam, Stevie Wonder, Greta...
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda é jornalista formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso e cursou Direção Cinematográfica na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Apaixonado por música, já editou blogs de resenhas musicais e contribuiu para sites como Rock'n'Beats e Scream & Yell.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades