Filho de Scott Weiland diz que pai morreu devendo milhões

Noah Weiland deu início a uma carreira solo na música após ter integrado banda com filhos de Slash e Rob Trujillo — e demitido por uso de drogas

O papo de nepo baby está na moda. Porém, o filho de Scott Weiland, Noah Weiland, afirma que sua vida não foi fácil.

Noah deu uma entrevista recente para a Rolling Stone durante a qual se abriu sobre sua carreira na música pop e as dificuldades decorrentes do legado do pai, vocalista do Stone Temple Pilots e do Velvet Revolver falecido em 2015.

- Advertisement -

Há de se imaginar que ser filho de um músico famoso possa ter conferido ao garoto vários privilégios. Contudo, o jovem artista ofereceu um choque de realidade na conversa.

Ele falou:

“Eu não sou um herdeiro ou coisa assim. Fico irritado quando falam esse tipo de coisa. Meu pai devia milhões quando morreu. Minha mãe sempre trabalhou normalmente. E pra falar a verdade, mesmo se o espólio do meu pai saia do vermelho, eu nem quero o dinheiro. Quero construir uma carreira sozinho o máximo possível.”

Noah ainda disse que viu o pai apenas uma vez no último ano de vida dele. O encontro foi um pouco estranho, segundo ele.

Leia também:  Mark Hoppus lesiona joelho um mês antes de show do Blink-182 no Lollapalooza Brasil

“Fomos a um restaurante e algo parecia estranho. Lembro de tentar mostrar a ele alguns truques novos de skate no estacionamento que havia acabado de aprender, mas ele não estava prestando muita atenção. Era como se ele não estivesse realmente lá. Ele estava desmoronando. Eu sabia que seria a última vez que o veria.”

Com a morte de Scott, o jovem começou a desenvolver os hábitos do pai.

“Isso me fez crescer muito mais rápido. Antes, eu só me preocupava em andar de skate e fazer coisas super infantis. Simplesmente me sentia mais inocente. Depois disso, comecei a fazer sexo, fumar maconha e beber. Minha mãe ficou assustada e começou a dizer: ‘você está agindo igual ao seu pai!’.”

Sobre Noah Weiland

Noah Weiland surgiu na cena musical americana originalmente em 2020 como parte da banda de rock Suspect208, formado com os filhos de Slash e Rob Trujillo. O projeto só lançou duas músicas antes do vocalista ser demitido numa declaração pública feita pelo resto do grupo, que citou irresponsabilidade e seu vício em drogas como motivo. Nessa época, ele não tinha lugar para morar e vivia em sofás de amigos por Los Angeles.

Leia também:  Por que bandas ainda surgem mesmo com Spotify pagando mal, segundo Bruce Dickinson

Desde então, o Weiland de segunda geração felizmente ficou sóbrio e parece determinado em se distanciar do legado de seu pai. Ao contrário do Suspect208, que soava bastante como Velvet Revolver, seu projeto solo soa mais como Justin Bieber. Ele ainda não é famoso por si próprio, mas tem um trabalho e espera arranjar um apartamento próprio logo.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasFilho de Scott Weiland diz que pai morreu devendo milhões
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda é jornalista formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso e cursou Direção Cinematográfica na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Apaixonado por música, já editou blogs de resenhas musicais e contribuiu para sites como Rock'n'Beats e Scream & Yell.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades