A opinião de Chris Robinson (Black Crowes) sobre o Metallica

Para vocalista, apresentação do quarteto no festival Power Trip em outubro último foi uma verdadeira aula magna

Black Crowes e Metallica tiveram seus caminhos interligados no passado. Em 1991, as duas bandas excursionaram juntas pela Europa como parte da turnê do festival Monsters of Rock. Até hoje, o vocalista Chris Robinson se lembra do momento.

Durante o Power Trip — evento realizado em Indio, Califórnia, no último mês de outubro —, o cantor pôde reviver as memórias de acompanhar o Metallica ao vivo. Junto da esposa, o artista assistiu ao show do quarteto da plateia e ficou impressionado com o que viu em cima do palco.

- Advertisement -

No programa Loudwire Nights, o integrante do Black Crowes rasgou elogios a James Hetfield e companhia. Ele descreveu a performance em questão do grupo como “épica” e uma verdadeira aula para outros músicos, opinando: 

“Depois do show [no Power Trip], eu fui para os bastidores e disse para Kirk Hammett [guitarrista] e Lars Ulrich [baterista]: ‘isso foi uma aula magna’. Eu simplesmente fiquei lá sentado pensando ‘que p#rra, isso é tão épico’. Eu não os via ao vivo desde o lançamento do ‘The Black Album’, em 1991, quando eu estava apavorado fumando na Alemanha em algum lugar na frente de 90 mil pessoas.”

O impacto da apresentação foi tamanho que a perspectiva de Chris em relação a tocar para seu próprio público mudou. A partir de agora, o cantor quer que seus fãs tenham uma experiência semelhante enquanto assistem ao Black Crowes. 

Leia também:  O grande diferencial de Randy Rhoads na guitarra, segundo Bob Daisley

“A apresentação do Metallica foi incrível. Fiquei muito emocionado depois. Eu liguei para todo mundo e disse: ‘Cara, quer saber? É sobre isso’. Esses caras entregam tudo em cada segundo do show. Eles dão tudo de si repetidamente. Queremos que as pessoas tenham isso. Quero que as pessoas se sintam assim em um show do Black Crowes, do jeito que eu me senti no Metallica.”

Sobre o Power Trip

Nos dias 6, 7 e 8 de outubro de 2023, aconteceu o Power Trip Festival em Indio, Califórnia, nos Estados Unidos. Metallica, Iron Maiden, Guns N’ Roses, Tool, AC/DC e Judas Priest formaram o lineup da edição.

A ocasião marcou a volta do AC/DC aos palcos. Desde setembro de 2016, quando concluiu a turnê do álbum “Rock or Bust”, a banda não se apresentava ao vivo.

Leia também:  Internautas brincam ao imaginar como será filme sobre Ringo Starr

Inicialmente, Ozzy Osbourne estava escalado para o evento. Por problemas de saúde, precisou cancelar a aparição, sendo substituído pelo Judas Priest. O festival também marcaria o retorno do cantor, que não faz um show completo desde 2018.

Black Crowes e “Happiness Bastards”

Recentemente, o Black Crowes anunciou o lançamento de seu primeiro álbum de inéditas em 15 anos. Intitulado “Happiness Bastards”, o disco chega no dia 15 de março, pela Silver Arrow Records – gravadora da própria banda. 

Ao todo, o sucessor de “Before the Frost… Until The Freeze” (2009) apresentará 10 faixas, incluindo uma parceria com a cantora country Lainey Wilson. Jay Joyce, que já trabalhou com nomes como Halestorm, Cage the Elephant, Keith Urban e Carrie Underwood, ficou encarregado da produção.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasA opinião de Chris Robinson (Black Crowes) sobre o Metallica
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades