O pior álbum dos Rolling Stones na opinião de Keith Richards

Se ele não gostava nem de “Sgt. Pepper’s...”, obviamente não iria aprovar uma cópia — mesmo que tenha participado dela

Em 1967, os Rolling Stones lançaram sua versão de “Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band”, disponibilizado pelos Beatles pouco tempo antes. Tal qual o trabalho dos amigos e rivais, “Their Satanic Majesties Request” trazia uma série de experimentações e influências psicodélicas. Até a capa guardava lembranças, especialmente com o jogo de cores utilizado.

Keith Richards participou do processo, mas não guarda boas lembranças nem satisfação (foi inevitável, desculpe) com o resultado. Em entrevista de 2015 ao Esquire, resgatada pelo American Songwriter, o guitarrista recordou:

- Advertisement -

“Se você é os Beatles dos anos 60, você simplesmente se deixa levar – você esquece o que queria fazer. Você está começando a fazer ‘Sgt. Peppers’. Algumas pessoas acham que é um álbum genial, mas eu acho que é uma mistura de lixo, assim como ‘Satanic Majesties’ – olhamos para eles e pensamos ‘Oh, se vocês podem fazer um monte de m*rda, nós também podemos’.”

Cinco anos antes, Richards admitiu em seu livro de memórias, “Vida”, que o disco foi vagamente baseado no dos Beatles em um momento de pressa.

Leia também:  Por que Tim Commerford (Rage Against the Machine) sente vergonha de ser americano

“Nenhum de nós queria fazer aquele álbum, mas estava na hora de outro lançamento dos Stones e o ‘Sgt. Peppers ‘estava saindo. Assim, achamos, basicamente, que estávamos fazendo uma coisa falsa.”

Rolling Stones e “Their Satanic Majesties Request”

Lançado em 8 de dezembro de 1967, “Their Satanic Majesties Request” foi o sexto trabalho de estúdio dos Stones. Trazia o grupo explorando sonoridades psicodélicas e experimentais. Instrumentos como mellotron e teremim foram usados, além de arranjos de cordas (feitos por John Paul Jones, futuro Led Zeppelin) e percussões com influência de música africana.

A própria banda se encarregou da produção, após o rompimento com o citado manager e produtor Andrew Loog Oldham. As sessões se arrastaram devido ao fato de os músicos estarem encrencados com a justiça, tendo que aparecer em tribunais e cumprir penas na prisão. O álbum chegou ao segundo lugar no Reino Unido e terceiro nos Estados Unidos, onde renderia disco de ouro.

Leia também:  A única banda de nu metal que Serj Tankian gostava antes da fama com o SOAD

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesO pior álbum dos Rolling Stones na opinião de Keith Richards
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades