Steve Vai sentiu-se desafiado ao tocar “Black Star” com Yngwie Malmsteen

Guitarrista americano destacou que não há competição com o colega sueco ou os outros músicos do projeto Generation Axe

O projeto Generation Axe já realizou duas turnês reunindo cinco guitarrista icônicos. Participaram do projeto Steve Vai, Yngwie Malmsteen, Zakk Wylde, Nuno Bettencourt e Tosin Abasi.

Como é de praxe nesse tipo de apresentação, além de números individuais, os músicos costumam realizar números especiais e jams. Os dois primeiros citados, por exemplo, tocaram “Black Star”, clássico do álbum “Rising Force”, lançado por Malmsteen em 1984.

- Advertisement -

Em entrevista de 2022 ao Myglobalmind.com, Steve Vai falou sobre a dificuldade ao acompanhar o colega, com quem já havia tocado no G3, junto de Joe Satriani.

“Não consigo tocar como Yngwie, ninguém consegue. Assim como ninguém toca como eu. Cada um possui suas características. Sendo assim, o que fiz foi pegar a harmonia ou melodia e reproduzir do meu jeito. Foi desafiador, pois há muitos movimentos rápidos com os dedos e seu centro tonal que são bem diferentes. Precisei me esforçar.”

Ao contrário do que muitos imaginam, Steve destacou que a competição nesse tipo de turnê não é entre os músicos, mas consigo mesmo, buscando a superação.

Leia também:  Andreas Kisser diz que metal é um dos estilos com maior representatividade feminina

“Todos os envolvidos são extremamente confiantes. Não competíamos entre nós, mas cada performance nos forçava a ser melhor na seguinte. Ajudávamos uns aos outros em todos os aspectos de profissionalismo, presença de palco, comunicação e etiqueta nos bastidores.”

Steve Vai sobre Yngwie Malmsteen

Durante entrevista ao Vintage Rock Pod (transcrição via Ultimate Guitar), Steve Vai refletiu sobre quando substituiu Yngwie Malmsteen na banda Alcatrazz em 1984, quando ambos ainda eram bem jovens. O americano relembrou suas impressões ao ouvir o sueco tocar pela primeira vez:

“Quando Yngwie Malmsteen apareceu na cena, ele impressionou todo mundo. Digo, era de cair o queixo.”

Yngwie teve sua primeira grande exposição ao público graças ao Alcatrazz, formado pelo vocalista Graham Bonnet após a saída desse do Rainbow. Entretanto, o guitarrista foi demitido em 1984 após uma briga com o frontman.

Leia também:  O grande problema dos primeiros anos do Kiss, segundo Paul Stanley

Um substituto de emergência era necessário. Steve foi contratado para o seu lugar – e contou no podcast sobre o processo:

“Eu não achei que conseguiria o trabalho porque eu não soava nada como Yngwie. Mas eu gostava muito dos caras, eles eram muito maneiros.”

Generation Axe

O Generation Axe lançou o álbum ao vivo “The Guitars That Destroyed The World: Live In China” em 2019. O disco reproduz um show realizado dois anos antes em Pequim.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesSteve Vai sentiu-se desafiado ao tocar “Black Star” com Yngwie Malmsteen
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades