O espontâneo conselho de Jimmy Page que fez Steve Lukather abraçá-lo

Um dos maiores guitarristas de estúdio dos anos 1960 ofereceu sabedoria a um dos maiores da década de 1980

Jimmy Page é uma lenda do rock, responsável por inspirar gerações de guitarristas com o Led Zeppelin. Mas antes disso, ele era um músico profissional de estúdio que tocava em qualquer coisa e nunca teve vergonha disso. Essa honestidade serviu para inspirar outro grande nome: Steve Lukather.

O guitarrista do Toto contou a história em entrevista a Vicki Abelson (transcrição via Killer Guitar Rigs). De forma sincera, Lukather admitiu que tinha problemas de autoestima no início da carreira devido ao seu trabalho como músico de estúdio.

- Advertisement -

Entretanto, um encontro fortuito com Page em uma loja de equipamento musical deu ao guitarrista do Zeppelin a chance de oferecer sabedoria. Steve relembrou:

“Ele falou: ‘Eu quero falar algo pra você. Eu li um artigo no qual você fala que ser um músico de estúdio pode ter afetado sua carreira de algum jeito e o fato de pessoas não te levarem a sério como músico. Isso não é verdade. Eu fui um músico de estúdio. Todos os caras que te destratam não sabem o que é fazer isso’.”

A fala pegou Lukather desprevenido. O músico do Toto disse à apresentadora que precisava se assegurar daquela situação ser real.

Leia também:  Todos os filmes dos Beatles no formato cinebiografia já lançados

Page confirmou estar falando sério e o músico do Toto reagiu lhe dando um abraço. Luke explicou a importância dessa conversa:

“Não falei com ele desde então, mas receber um aval de alguém desse nível mudou completamente minha atitude, porque estava tentando competir com os roqueiros o tempo inteiro.”

Jimmy Page, Steve Lukather e a insegurança

Por fim, Steve Lukather explicou um pouco melhor sua insegurança.

“Era uma época muito insegura da minha vida. Eu estava feliz que tinha sucesso, mas por tocar em vários outros tipos de discos, descobri que estava perdendo credibilidade de roqueiro. O que… que diabos isso significa? Eu era um músico profissional. O quão sortudo eu era?”

A lista de trabalhos de Lukather como músico de estúdio inclui discos de Michael Jackson, Boz Scaggs, America, Michael Bolton, Carole Bayer Sager, Cher, Joe Cocker, Alice Cooper, entre vários outros. Já Jimmy Page gravou com Rolling Stones, The Who, Donovan, The Kinks, Marianne Faithfull, além do já mencionado Cocker e muito mais.

Leia também:  Tarja reflete sobre nova relação com Marko Hietala, ex-colega de Nightwish

Quer receber novidades sobre música e cinema direto em seu WhatsApp? Clique aqui!

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesO espontâneo conselho de Jimmy Page que fez Steve Lukather abraçá-lo
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda é jornalista formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso e cursou Direção Cinematográfica na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Apaixonado por música, já editou blogs de resenhas musicais e contribuiu para sites como Rock'n'Beats e Scream & Yell.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades