João Gordo e esposa processam GNT sob acusação de plagiar “Panelaço”

Canal pago passou a exibir no início do mês programa chamado "Panelaço ao Vivo"; desde 2014, vocalista do Ratos de Porão usa o nome no YouTube

João Gordo e a esposa Vivi Torrico entraram com dois processos contra a GNT. Isso porque, no início de outubro, o canal por assinatura passou a exibir um programa chamado “Panelaço Ao Vivo”. Desde 2014, o vocalista do Ratos de Porão e apresentador já usava o nome “Panelaço” em seu canal do YouTube. 

O formato das atrações também é bastante semelhante, misturando bate-papo e cozinha. Ao site Terra Degusta, Vivi explicou a origem do “Panelaço” e detalhou a ação movida:

“A gente já entrou com dois processos, um por plágio, outro pelo nome. Vai fazer 10 anos que temos o ‘Panelaço’, foi um conceito desenvolvido depois do ‘cacerolazos’ que acontecia na Argentina, são manifestações populares, na maioria das vezes reivindicando algum direito. Pensando no que a gente queria transmitir, que era toda a filosofia vegana, a gente pensou nesse nome, até porque sou argentina e vivenciei muito essa época de ‘cacerolazos’.”

- Advertisement -

De acordo com o Observatório da TV, a Globo pagou para registrar a marca “Panelaço Ao Vivo” em agosto deste ano, enquanto o canal de João Gordo não possui registro. Ainda assim, Torrico acredita que é possível provar a originalidade da ideia. 

“Estamos pleiteando isso, temos muitas provas que demonstram que a gente fazia uso anterior do nome, mas para a lei provavelmente a gente não ganhe a parte do nome. A gente não fez o registro porque na época e hoje também era R$ 10 mil o registro, é um valor que não temos disponíveis para isso”

Segundo Vivi, ela e o marido procuraram a Globo (dona da GNT) para conversar sobre a situação. Porém, não obtiveram retorno.

O mesmo aconteceu com o advogado do casal, que enviou uma carta extrajudicial para a empresa. Diante do transtorno, uma indenização na justiça está sendo pedida.

“O Panelaço é uma marca registrada por uma indústria de arroz, entramos em contato com eles na época e eles falaram que não tinha problema para o que a gente estava fazendo, estava beleza. Era o registro para alimentos secos, a gente tem essa delicadeza, é absurdo que uma empresa como a Globo não tenha. […] A gente queria que eles não usassem a marca e se quiserem usar, pelo menos que comuniquem. E pedimos indenização na Justiça pelo plágio do programa.”

Leia também:  Guns N’ Roses trabalha em material novo, segundo Duff McKagan

Antes do processo tornar-se público, no dia 6 de outubro, João Gordo foi às redes sociais expor sua indignação. No X/Twitter, escreveu:

“É normal pra vocês roubar o programa das pessoas @canalgnt? Meu programa #panelaço existe desde 2014 … nome e formato hahahah Nunca ouviram falar? João Gordo underground não pega nada? Original pra car*lho a ideia de vocês.”

A GNT/Globo não emitiu nenhum comunicado oficial a respeito. Em meio a estreia de “Panelaço Ao Vivo”, a apresentadora Ana Clara Lima havia contado ao Gshow que a concepção do programa surgiu de Boninho e que as gravações começaram em abril deste ano. 

Ratos de Porão e João Gordo atualmente

Em maio do ano passado, o Ratos de Porão lançou seu álbum de inéditas mais recente, “Necropolítica”. Já no último mês de fevereiro, a banda disponibilizou o disco “Isentön Päunokü”, em tributo ao grupo finlandês Terveet Kädet. 

Paralelamente, João Gordo deu início ao projeto Brutal Brega, junto do guitarrista e produtor Val Santos (Toyshop, Viper), que regrava clássicos brasileiros geralmente definidos como “brega” em roupagem voltada ao punk rock. Um disco homônimo, com releituras de Sidney Magal e Reginaldo Rossi, saiu no último mês de outubro.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasJoão Gordo e esposa processam GNT sob acusação de plagiar “Panelaço”
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades