Uli Jon Roth diz que era muito à esquerda para fazer sucesso

Guitarrista integrou o Scorpions antes do sucesso, quando a banda adotava uma sonoridade mais ousada e experimental

Nos anos 1970, Uli Jon Roth fundou a banda Dawn Road, que se fundiria a Klaus Meine e Rudolf Schenker, prosseguindo a carreira do Scorpions após o primeiro disco da banda “Lonesome Crow” (1972).

Sua era com a banda é muito conceituada entre os apreciados do hard rock/heavy metal, especialmente pela abordagem sonora diferente dos padrões que consagrariam o grupo na década seguinte. Em entrevista ao Express & Star, o revolucionário instrumentista garantiu não se incomodar com não ter desfrutado da fama dos antigos colegas.

“Acho que sempre fui à esquerda demais dos padrões para me tornar mainstream. A imprevisibilidade faz parte do meu estilo. Não tinha compreensão total dos aspectos que faziam um artista ser comercialmente acessível.”

- Advertisement -

A visão, obviamente, destoava das de Klaus, Rudolf e companhia.

“Eu nunca me importei com quantos discos vendíamos ou algo assim. Os outros membros do Scorpions estavam cientes disso e muito comprometidos com o que fosse necessário para ter sucesso mundial.”

Sobre Uli Jon Roth

Nascido em Düsseldorf, Alemanha Ocidental, Ulrich Roth é um dos criadores do que viria a ser conhecido como metal neoclássico, estilo que juntava o lado mais pesado do rock com a teoria da música clássica.

Leia também:  Como o Scorpions renasceu em “Lovedrive” após descobrir fórmula do sucesso

Após sair do Scorpions, formou o Electric Sun. Os três discos de estúdio do grupo foram dedicados a Jimi Hendrix, Anwar Sadat (presidente egípcio que tentou estabelecer a paz no Oriente Médio e acabou assassinado) e Martin Luther King Jr, em sequência.

É o desenvolvedor da Sky Guitar, instrumento personalizado, além de dar palestras musicais e filosóficas com a Sky Academy. Além de breves reuniões com a banda que o consagrou, realiza shows solo e tocou com nomes como Smashing Pumpkins e G3, excursionando com Joe Satriani e Michael Schenker.

Recentemente, precisou adiar uma turnê pela América do Norte. O motivo foi uma cirurgia para remoção de um dos rins.

Leia também:  A opinião de Jeff Ament sobre ódio que o Pearl Jam recebe por opiniões políticas

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesUli Jon Roth diz que era muito à esquerda para fazer sucesso
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

2 COMENTÁRIOS

  1. Falar que o Sadat tentou estabelecer a paz no oriente médio é, ou uma piada de muito mal gosto, ou uma completa falta de conhecimento de história.

    Esse ditador egípcio invadiu Israel com total apoio soviético e levou um corro.

    Só reconheceu Israel prq os EUA injetaram, e ainda injetam, muito dinheiro no Egito.

  2. Obviamente que ele também buscava o sucesso, ninguém é tonto, inclusive, “mudou” o nome para “Uli Roth”, que é um nome mais “comercial” e fácil de se divulgar. Dito isto, ele é um excelente guitarrista e ótima pessoa. Gosto muito dele e também do Klaus.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades