Como seria o final de “Caverna do Dragão” — e por que ele nunca foi feito

Episódio derradeiro da animação chegou a ser escrito e está disponível na internet, mas nunca saiu do papel

O desenho animado “Caverna do Dragão” marcou gerações de fãs aqui no Brasil. Afinal, as aventuras de Hank, Eric, Diana, Presto, Sheila e Bobby para retornarem pra casa, depois de serem enviados a um mundo fantasioso e cheio de perigos, conquistaram muitas pessoas no nosso país após terem sido exibidas, por anos, na TV aberta brasileira.

Infelizmente, a popular animação nunca teve seu final produzido por um certo motivo, o que deixou muitos fãs entristecidos. Mas para nossa sorte, a conclusão da história foi disponibilizada pelo próprio roteirista há alguns anos e já ganhou suas adaptações na internet.

- Advertisement -

Se você nunca ouviu falar desta história ou quer apenas relembrá-la, a seguir, vamos te contar como seria o final de “Caverna do Dragão” e por que ele nunca foi feito. As informações são da Wikipédia, Legião dos Heróis, CBR e The Gamer.

Por que “Caverna do Dragão” não teve final

O ano era 1985. A terceira temporada de “Caverna do Dragão” estava em andamento nos Estados Unidos e Michael Reaves, roteirista da maior parte dos episódios da animação, recebeu a missão de escrever um final para a história.

Reaves desenvolveu o capítulo derradeiro normalmente, que recebeu o título de “Requiem”. No entanto, antes que a produção pudesse desenvolvê-lo, o show acabou sendo cancelado pela CBS, o canal que exibia “Caverna do Dragão” nos Estados Unidos, com a temporada ainda em andamento. Desta forma, o episódio “A Névoa da Escuridão” acabou servindo como “final” da animação. 

Logo, os fãs começaram a especular que a animação foi cancelada por conta de sua violência e protestos de que ela cultuava o satanismo. Afinal, o próprio “Dungeons & Dragons”, o RPG que serviu de base para a obra, era alvo constante do pânico satânico, movimento que estava em alta nos Estados Unidos.

No entanto, Mark Evanier, um dos criadores da série, explicou, em seu blog, que a animação foi cancelada por baixa audiência.

“Do que eu sei, os protestos foram mínimos e não tiveram impacto. A série só começou a perder audiência, como costuma acontecer com outras séries.”

O próprio Michael Reaves também se manifestou. Em seu site, citou outro motivo para o fim prematuro da animação.

“Infelizmente, problemas com a TSR, a empresa detentora dos direitos de ‘D&D’, definitivamente mataram os planos para uma nova temporada (que seria a quarta), e ‘Requiem’ foi removido da esteira de produção.”

Boatos em torno do roteiro original

Como “Caverna do Dragão” terminou sem um final adequado, não demorou muito para  surgirem diversas lendas urbanas, boatos e rumores a respeito da conclusão que teria sido planejado para o show.

Leia também:  A bizarra morte de Brandon Lee, durante filmagens de “O Corvo”

Quem aí nunca escutou a conversa de que, no final das contas, Hank, Eric, Diana, Presto, Sheila e Bobby jamais retornariam para casa por que, na realidade, morreram naquela montanha-russa e estavam no inferno? E que o Mestre dos Magos era o vilão real da história (ele seria um demônio disfarçado), sempre enganando os protagonistas e desaparecendo na hora em que mais precisavam de ajuda? 

Além disso, outro rumor que também ganhou força foi o de que o Vingador, grande vilão da história, seria um anjo que estaria tentando alertar os jovens heróis a respeito da verdade. Por isso sempre impedia os protagonistas de tentar retornar para casa, algo que não seria possível.

Todos esses boatos e rumores, com o passar dos anos, só foram crescendo. Foi aí que o próprio Michael Reaves, após tomar ciência deles, ficou farto desta conversa. Em seu site, escreveu o seguinte:

“Recentemente, passei a receber muitos e-mails com rumores circulando na internet sobre o último episódio do show, que chegou a ser escrito e não foi produzido, ou que foi desenvolvido e não foi lançado, nos quais eu descobri que as crianças, na verdade, morreram na montanha-russa que as levou para o reino, que estariam presas no inferno e sendo atormentadas por um demônio disfarçado como Mestre dos Magos.  Eu tenho palavras para compartilhar com as massas sobre o assunto? Sim: sem sentido, tolices e bobagens.”

Para botar um ponto final nestes rumores, Reaves, que havia guardado o roteiro de “Requiem” em uma prateleira de sua casa, decidiu publicá-lo no seu site no ano de 2010.

O verdadeiro final de “Caverna do Dragão”

Mas afinal de contas, o que acontece neste episódio final de “Caverna do Dragão” que nunca sequer foi produzido? Vamos resumir seu enredo a seguir.

“Requiem” começa com o Mestre dos Magos se encontrando com o Vingador. O vilão decide propor um desafio: quer testar se os jovens heróis são realmente leais ao seu mentor e o personagem aceita a proposta – mesmo sabendo que o grupo pode morrer se falhar.

O Mestre dos Magos cumpre sua palavra e se nega a ajudar seus pupilos enquanto enfrentam um monstro de várias cabeças, algo que os deixa descrentes. Pouco depois, o Vingador aparece e propõe que se cumprirem uma tarefa, os levará de volta para casa.

Isso faz com o grupo se divida: Hank (guarda), Diana (acrobata) e Bobby (bárbaro) preferem continuar ao lado do Mestre dos Magos por não confiarem no vilão. Já Eric (cavaleiro), Presto (mago) e Sheila (Ladina) optam por acreditar na promessa feita pelo Vingador, o que gera atritos entre os protagonistas e os fazem se separar momentaneamente.

Na parte final do capítulo, os jovens heróis se reúnem novamente e precisam deixar essas diferenças de lado para uma última batalha – na qual acreditaram que Hank havia morrido. No final, Eric muda de ideia e além de salvar seus amigos, acaba libertando o Vingador, que volta a ser um humano comum.

Leia também:  Zakk Wylde conta por que não entrou para o Guns N’ Roses nos anos 90

O Mestre dos Magos aparece e revela ao grupo que o Vingador era seu filho, que se tornou um vilão após ser corrompido por um mestre perverso, e agradece a ajuda dos protagonistas.

A história é concluída deixando em aberto a possibilidade de o grupo ter retornado para o mundo real ou continuado neste reino fantasioso para combater novas ameaças. 

O motivo para este final

Michael Reaves já revelou que teve de escrever o final desta forma porque nem ele e nem a produção sabiam qual seria o destino exato de “Caverna do Dragão”. Além disso, deu um indicativo do caminho que a animação seguiria se tivesse sido renovada.

“(O episódio) deveria terminar de uma forma que fosse tanto ambígua quanto triunfante para cobrir todas as possibilidades, por que na época em que estávamos desenvolvendo o roteiro, não sabíamos se o show seria renovado para uma quarta temporada ou não. Segundo Gary Gygax, cocriador da série, o plano era que ‘Requiem’ fosse usado para uma nova aproximação ao show, na qual as crianças seriam mais autoconfiantes e menos dependentes de suas armas.”

Clique aqui caso queira ler o roteiro original de “Requiem” na íntegra. Atenção: está em inglês.

Fãs fazem o capítulo final ganhar vida

Claro, com o passar do tempo, após a divulgação do roteiro do episódio final de “Caverna do Dragão”, alguns fãs da animação não perderam tempo e decidiram fazer o capítulo ganhar vida das mais diversas maneiras – e dois trabalhos valem ser destacados. 

Em 2011, o desenhista e roteirista brasileiro Reinaldo Rocha desenvolveu uma HQ baseada no roteiro divulgado por Michael Reaves, que você pode conferir neste link.

Já em 2020, dois fãs americanos, chamados Ryan Nead e Marshall Hubbard, conseguiram recriar o final aproveitando as cenas e vozes dos demais capítulos originais, além de incluírem alguns novos trechos animados. Além disso, a dupla ganhou uma mãozinha de Katie Leigh, a dubladora original de Sheila, que gravou as falas da personagem para o projeto.

Este capítulo “não-oficial” apenas fez uma leve modificação no final. O Mestre dos Magos dá aos heróis essa possibilidade de retornarem para casa ou ficarem no reino e acabamos vendo suas escolhas: todos decidem retornar, com a exceção de Presto, que opta por permanecer com o intuito de se tornar um mago ainda melhor.

O personagem, inclusive, aceita ser o novo dono de Uni no lugar de Bobby e vira pupilo do filho do Mestre dos Magos.

No ano seguinte, por conta da popularidade do episódio não-oficial aqui no Brasil, alguns fãs tupiniquins se juntaram aos responsáveis pela ideia e conseguiram lançar um versão dublada e melhorada do final, que você pode conferir a seguir:

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesComo seria o final de “Caverna do Dragão” — e por que...
Augusto Ikeda
Augusto Ikedahttp://www.igormiranda.com.br
Formado em jornalismo pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atua no mercado desde 2013 e já realizou trabalhos como assessor de imprensa, redator, repórter web e analista de marketing. É fã de esportes, tecnologia, música e cultura pop, mas sempre aberto a adquirir qualquer tipo de conhecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades