Jennifer Aniston diz que há uma nova geração achando “Friends” ofensiva

Famosa série passou a ser acusada de usar piadas consideradas inadequadas e não ter diversidade em seu elenco

A atriz Jennifer Aniston, que viu sua carreira decolar graças ao renomado seriado “Friends”, falou sobre as reclamações de fãs mais jovens que acusam o show de ser “ofensivo”.

Para a agência France-Presse (via Yahoo), a atriz lembrou que muita coisa mudou desde a estreia da série, em setembro de 1994.

“Existe um novo geração de pessoas, jovens, que estão revisitando os episódios de ‘Friends’ e os consideram ofensivos.”

- Advertisement -

Na ocasião, Aniston até concordou que algumas coisas poderiam ter sido evitadas. Porém, ela recordou que o show se passava em um época distinta dos tempos atuais.

“Existiram algumas coisas que nunca foram intencionais e outras que… bem, deveríamos ter pensado melhor, mas não acho que existia a sensibilidade que existe hoje.”

Críticas a “Friends

De alguns anos para cá, vale lembrar que “Friends” passou de série querida pelo público a um exemplo de “envelhecimento ruim” por diversos aspectos. Piadas consideradas homofóbicas e transfóbicos e acusações de falta de diversidade em seu elenco são algumas das principais críticas.

Por fim, a atriz também lembrou que por conta destas mudanças, o jeito de fazer comédia precisou se adaptar.

“A comédia evoluiu, filmes evoluíram. Agora é um pouco mais desafiador porque precisamos ser mais cautelosos – o que realmente dificulta as coisas para os comediantes, porque a beleza da comédia é fazer graça de nós mesmos, fazer graça da vida. Todos precisam ser divertidos! O mundo precisa de humor! Não podemos nos levar tão a sério. Especialmente nos Estados Unidos. Todos estamos muito divididos.”

Doação por falta de diversidade

Uma das responsáveis pela criação da série “Friends”, Marta Kauffman fez uma doação em 2022 no valor de US$ 4 milhões destinada ao Departamento de Estudos Afro-Americanos da Universidade Brandeis, em Boston, Estados Unidos. A ação é uma forma de se desculpar pela falta de representatividade diversificada no seriado, algo que há anos é alvo de críticas.

Leia também:  Show reunindo Augusto Licks e Carlos Maltz vai a Curitiba

Em entrevista ao Los Angeles Times, a autora deixou claro que a atitude é algo de coração e que mudou muito sua visão com o passar do tempo. O sentimento se intensificou após o assassinato de George Floyd por parte da polícia norte-americana em 2020.

“Admitir e aceitar a culpa não é fácil. É doloroso olhar para você no espelho. Estou envergonhada do que não sabia 25 anos atrás. Demorei a entender o quão internalizado é o sistema racista. Tenho trabalhado muito duro para me tornar uma aliada, uma antirracista. E isso parece ser a maneira que posso participar da discussão do ponto de vista de uma mulher branca.”

Anteriormente outro criador, David Bright, já havia se manifestado sobre o tema, destacando a importância de as séries atuais refletirem a sociedade como ela é. Porém, também ressaltou que não foi intencional montar um elenco formado apenas por brancos.

Leia também:  A data do Rock in Rio 2024 com ingressos esgotados mais rapidamente na pré-venda

Em entrevista também de 2022 ao site The Daily Beast, a atriz Lisa Kudrow, que interpreta Phoebe na produção, foi perguntada sobre a doação feita por Marta Kauffman. Na hora de responder sobre o assunto, Kudrow levou em consideração a pessoa que Kauffman era quando escreveu “Friends”, dizendo:

“Acho que foi uma série criada por duas pessoas que estudaram em Brandeis e escreveram sobre suas vidas após a universidade. E para programas especialmente, quando é algo focado em personagens, você escreve sobre o que você sabe. Eles não tinham a menor condição de escrever sobre as experiências de pessoas não-brancas. Acho que naquela época, o grande problema que eu via era: ‘onde está o aprendizado?’.”

Sobre “Friends”

Protagonizada por Jennifer Aniston, Courtney Cox, Matthew Perry, Lisa Kudrow, David Schwimmer e Matt LeBlanc, “Friends” acompanha um grupo de amigos e seus cotidianos em Nova York. A produção se tornou uma das mais populares de todos os tempos, totalizando 10 temporadas e um especial de reunião para o HBO Max.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasJennifer Aniston diz que há uma nova geração achando “Friends” ofensiva
Augusto Ikeda
Augusto Ikedahttp://www.igormiranda.com.br
Formado em jornalismo pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atua no mercado desde 2013 e já realizou trabalhos como assessor de imprensa, redator, repórter web e analista de marketing. É fã de esportes, tecnologia, música e cultura pop, mas sempre aberto a adquirir qualquer tipo de conhecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades