John Lennon usou Yoko Ono para ajudá-lo a acabar com os Beatles, diz ex-assistente

De acordo com Dan Richter, o músico tirou vantagem da situação ao colocar fim na banda: “eles valiam milhões de dólares e Paul McCartney gostaria de seguir para sempre”

Mais de meio século após a separação dos Beatles, Yoko Ono ainda é colocada como causadora do fim – e o assunto segue rendendo novos desdobramentos. Dan Richter, ex-assistente pessoal de John Lennon e de sua esposa, trouxe em entrevista ao Telegraph uma curiosa reflexão sobre o papel da artista no fim do Fab Four.

O funcionário, que trabalhou junto do casal entre 1969 e 1973 (período que engloba o rompimento), disse entender que John usou a parceira para poder se livrar da banda. A declaração vai ao encontro do que Paul McCartney sempre declarou em entrevistas: que somente Lennon, sem qualquer outro integrante, foi o responsável pelo fim do grupo.

“Acho que John usou Yoko para ajudá-lo a acabar com os Beatles. Era um grande problema para ele: como acabar com os Beatles? Eles valiam milhões de dólares e Paul gostaria de seguir com a banda para sempre.”

- Advertisement -

Em outra fala recente, agora ao podcast “British Scandal – The Ballad of Yoko and John” (via Guitar.com), Richter abordou o tópico ao falar sobre a relação do casal. Na ocasião, o antigo assistente se aprofundou na influência de Yoko Ono na decisão do marido em deixar os Beatles.

“Yoko deu a John um mundo totalmente novo para o qual ele poderia se mudar. John queria seguir em frente, queria provar que poderia fazer um grande álbum mainstream com um grande hit número 1 nele. Provavelmente havia um pouco de machismo em jogo […] O fato de ela ser mulher e japonesa não era considerado uma vantagem naquela época, mas John gostava de Yoko assumindo a linha de frente.”

Leia também:  Black Sabbath lançou “Dehumanizer” há 32 anos; veja outros fatos da música em 22 de junho

John Lennon, Yoko Ono e as drogas

De volta à entrevista para o Telegraph, Dan Richter abordou outro tema constante quando se discute a vida de John Lennon naquele período: o vício dele e de Yoko Ono em heroína. O funcionário reforçou a ideia de que a dependência foi iniciada em uma espécie de busca pela criatividade. 

“Eu não queria que eles usassem, mas o que eu não queria mesmo era que eles usassem heroína de rua e morressem por aquilo. Havia um mito de que as drogas eram a chave para a criatividade. Tipo: o que eles podem e não podem ser. As pessoas achavam que Billie Holiday e Charlie Parker eram melhores artistas por causa das drogas. Agora, acho que não pensam assim.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesJohn Lennon usou Yoko Ono para ajudá-lo a acabar com os Beatles,...
Tairine Martins
Tairine Martinshttps://www.youtube.com/channel/UC3Rav8j4-jfEoXejtX2DMYw
Tairine Martins é estudante de jornalismo na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Administra o canal do YouTube Rock N' Roll TV desde abril de 2021. Instagram: @tairine.m

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades