Os 50 melhores discos de 2022 segundo o Consequence

Revista eletrônica publicou ranking com grande variedade de estilos em sua composição

A Consequence, uma das principais revistas eletrônicas do mercado cultural, publicou sua lista com os 50 melhores discos de 2022 de acordo com seu staff. O ranking engloba artistas de variados estilos musicais.

Confira abaixo a classificação de melhores discos de 2022, segundo o Consequence, em ordem decrescente.

- Advertisement -

Os 50 melhores discos de 2022 segundo o Consequence

50. Ozzy Osbourne – Patient Number 9

49. MJ Lenderman – Boat Songs

48. Red Hot Chili Peppers – Unlimited Love

47. Sharon Van Etten – We’ve Been Going About This All Wrong

46. EARTHGANG – Ghetto Gods

45. Momma – Household Name

44. Tears for Fears – The Tipping Point

43. Denzel Curry – Melt My Eyez See Your Future

42. Black Country, New Road – Ants from up There

41. Wild Pink – ILYSM

40. Pool Kids – Pool Kids

39. Burna Boy – Love, Damini

38. Stray Kids – MAXIDENT

Leia também:  Filha de M. Night Shyamalan anuncia seu primeiro filme — e é de terror

37. Weyes Blood – And in the Darkness, Hearts Aglow

36. Jack White – Entering Heaven Alive

35. Rico Nasty – Las Ruinas

34. Spoon – Lucifer on the Sofa

33. Julia Jacklin – PREPLEASURE

32. Danger Mouse & Black Thought – Cheat Codes

31. Lamb of God – Omens

30. Alvvays – Blue Ver

29. SASAMI – Squeeze

28. Taylor Swift – Midnights

27. The Smile – A Light for Attracting Attention

26. Carly Rae Jepsen – The Loneliest Time

25. Kendrick Lamar – Mr. Morale & the Big Steppers

24. Florence + The Machine – Dance Fever

23. Freddie Gibbs – $oul $old $eparately

22. Mitski – Laurel Hell

21. Nova Twins – Supernova

20. Jockstrap – I Love You Jennifer B

19. Harry Styles – Harry’s House

18. MUNA – MUNA

17. Saba – Few Good Things

16. Rina Sawayama – Hold the Girl

15. PUP – THE UNRAVELING OF PUPTHEBAND

Leia também:  Sid Wilson não quis sobrenome Osbourne para seu filho com Kelly Osbourne

14. Alex G – God Save the Animals

13. JID – The Forever Story

12. Bartees Strange – Farm to Table

11. SZA – S.O.S

10. Nilufer Yanya – PAINLESS

9. Rosalía – MOTOMAMI

8. Sudan Archives – Natural Brown Prom Queen

7. Big Thief – Dragon New Warm Mountain I Believe In You

6. Soul Glo – Diaspora Problems

5. Zach Bryan – American Heartbreak

4. Yeah Yeah Yeahs – Cool It Down

3. Beyoncé – Renaissance

2. Bad Bunny – Un Verano Sin Ti

1. Pusha T – It’s Almost Dry

Os comentários sobre as escolhas (em inglês) podem ser conferidos aqui.

Iniciada em 2007 e anteriormente conhecida como Consequence of Sound, a Consequence fala sobre música, cinema e televisão, com notícias, resenhas e entrevistas. A base das operações da publicação fica em Nova York.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasOs 50 melhores discos de 2022 segundo o Consequence
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades