Por posicionamento político, Dead Fish prefere perder certos tipos de fãs

"Tem aquela galera que não entendeu, tem um posicionamento aquém da banda, e não queremos próximo", diz o vocalista Rodrigo Lima

O Dead Fish tornou-se bastante conhecido por seu posicionamento político expresso em favor de pautas progressistas. Para o vocalista Rodrigo Lima, é preferível perder alguns fãs com opiniões opostas do que abrir mão dessa característica, que acompanha o grupo desde sua formação.

A opinião foi manifesta em entrevista ao canal Heavy Talk, onde o vocalista comentou bastante a respeito de política e de como isso afeta a relação entre o Dead Fish e seu público. Segundo ele, os admiradores que não abraçam – ou mais do que isso, se posicionam contra – causas importantes para o grupo, não são exatamente bem-vindos.

- Advertisement -

Conforme transcrito pelo Whiplash.Net, Rodrigo declarou:

“Tem fã que não cabe. Pode existir gente que ame a banda e coloque isso acima de suas decisões, mas no meu nicho cultural quero pessoas questionadoras, que ouçam uma piada minha no palco e questionem isso, e não concordem como gado. Tem aquela galera que não entendeu, tem um posicionamento aquém da banda, e não queremos próximo. Gente que assimilou o racismo e homofobia como algo normal. O preconceito com as mulheres de forma radical. Não estamos interessados nesse cara. Se ele gosta de 3 ou 4 músicas nossas, beleza, mas isso não quer dizer que eu esteja feliz que ele seja desse jeito.”

O vocalista também falou sobre as eleições presidenciais que ocorrem no próximo mês de outubro. Ele aproveitou a ocasião para esclracer quanto o discurso político fará parte dos shows da banda até lá – e de que forma o assunto tem sido abordado.

“Definitivamente, tenho um posicionamento político e coloco isso com muita força. Acho que devo, principalmente depois do golpe de 2016. Mas acho que não altera tanto. Gosto de falar as coisas no palco, mas não com uma assertividade séria e sim mais bem-humorada, que vai te atingir. Acho que 2022 é um ano muito importante, se não virarmos essa página do fascismo, será complicado. Aqui no sul o ‘Bozo’ (em referência ao presidente Jair Bolsonaro) está forte. Não vou deixar de falar isso no palco.”

Veja também:

Leia também:  Após polêmica, Apple Music revela critérios para lista de 100 melhores álbuns
https://www.instagram.com/p/Ci0q_6wMHla/

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesPor posicionamento político, Dead Fish prefere perder certos tipos de fãs
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Interessado em música desde a infância, teve um blog sobre discos de hard rock/metal antes da graduação e é considerado o melhor baixista do prédio onde mora. Tem passagens por Ei Nerd e Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades