Fim da era glam metal não foi culpa de ninguém, diz Bret Michaels

Cantor não vê motivos para inimizades com o movimento grunge, o qual considera ótimo: "andávamos de kart com o Alice in Chains"

Um assunto recorrente quando artistas da cena hair/glam metal dão entrevistas é o que causou a decadência do subgênero roqueiro. Muitos apontam o surgimento do grunge como principal causa. Embora realmente a turma de Seattle tenha tomado conta das paradas, Bret Michaels não vê motivos para inimizades. O vocalista do Poison revelou ao AZCentral que tinha grande apreço pelos seus supostos algozes.

“O grunge foi ótimo. Nós usamos o diretor do Nirvana, Sam Bayer, no videoclipe de ‘Stand’. O primeiro show de arena do Alice in Chains foi abrindo para o Poison. Nunca considerei que estávamos em uma luta contra eles. Os caras frequentavam a minha casa e andávamos de kart juntos.”

Sendo assim, o que Bret consideraria ter causado o declínio do estilo que o consagrou?

“Não culpo ninguém. Houve uma mudança no mercado musical. Se é necessário encontrar um culpado, fui eu e o excesso de festas. Se alguém precisa assumir a responsabilidade, eu assumo.”

- Advertisement -

Poison atualmente

O Poison concluiu recentemente uma excursão pela América do Norte com a The Stadium Tour. A banda acompanha Def Leppard, Mötley Crüe e Joan Jett & The Blackhearts. É a primeira turnê do grupo desde 2018.

Leia também:  Ace Frehley explica por que saiu do Kiss em 1982

Um álbum de músicas inéditas não é lançado desde “Hollyweird”, que saiu 20 anos atrás.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesFim da era glam metal não foi culpa de ninguém, diz Bret...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades