Por que o Journey parou de lançar clipes justo no auge da MTV

Álbum "Raised on Radio", de 1986, não teve nenhuma produção em vídeo no formato - e os músicos explicaram à época

Após a dobradinha “Escape” (1981) e “Frontiers” (1983), não era exagero dizer que o Journey era uma das maiores bandas do mundo. O grupo era uma verdadeira febre midiática, com produtos em áudio e vídeo, com direito até mesmo a se tornar o primeiro grupo a ter jogos de videogame oficiais.

Era de se esperar que o disco seguinte se tornasse um fenômeno ainda maior de ideias e formatos. Porém, foi exatamente o contrário que aconteceu.

- Advertisement -

Mesmo com a MTV em seu auge, “Raised on Radio” não teve nenhum videoclipe no modelo roteirizado. “Be Good To Yourself”, “The Girl Can’t Help It” e “I’ll Be Alright Without You” ganharam registros com imagens da banda ao vivo, sem maiores atrativos de produção.

Em entrevista ao Rockline (transcrita pelo Ultimate Classic Rock) à época do lançamento, Jonathan Cain revelou que a ideia foi totalmente pensada neste sentido.

“Queríamos preservar o exercício da imaginação nas pessoas. Era melhor do que dar poder de decisão a um diretor que recém havíamos conhecido e ele dar o sentido que bem entendesse a algo que faz parte das nossas vidas.”

Steve Perry corrobora com a visão do antigo colega.

“O videoclipe destrói a capacidade de você pegar essa música e torná-la sua, não importa o que isso signifique para você. Uma canção não significa a mesma coisa para duas pessoas. Assim que se assiste a um vídeo, todos passam a ter a mesma visão daquele ponto em diante. Quando você ouve aquela música no rádio, você cria o vídeo em sua mente.”

Journey e “Raised On Radio”

Lançado em 21 de abril de 1986, “Raised on Radio” foi o nono álbum de estúdio do Journey. Apenas o vocalista Steve Perry, o guitarrista Neal Schon e o tecladista Jonathan Cain eram membros oficiais à época. Músicos de estúdio completaram a formação.

Leia também:  Como Ozempic fez hit roqueiro dos anos 70 voltar aos holofotes

O próprio Perry assumiu a função de produtor, após ter se aventurado na tarefa em seu álbum solo, “Street Talk”. A capa é uma homenagem à rádio KIGS, em Hanford, Califórnia. A estação pertenceu aos pais do cantor, Ray e Mary.

O trabalho chegou ao 4º lugar na parada americana, vendendo mais de 2 milhões de cópias. A crise interna fez com que o grupo se separasse após a turnê, retornando apenas uma década depois.

Veja também:

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesPor que o Journey parou de lançar clipes justo no auge da...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades