Foto: divulgação

Como Ace Frehley acabou entrando para gangues antes do Kiss

Guitarrista original da banda mascarada admitiu que “cansou de apanhar”, por isso recorreu a proteção em seus tempos de anônimo em Nova York

Ace Frehley, guitarrista original do Kiss, relembrou os anos iniciais da adolescência quando fez parte de uma gangue em Nova York, nos Estados Unidos. Em entrevista ao Hollywood ‘s Musicians Institute, com transcrição do site Blabbermouth, o Spaceman revelou que a decisão foi tomada visando sua proteção. 

“Eu me envolvi com uma gangue porque cansei de apanhar. Você tem proteção quando está em uma gangue. Você está andando na rua e alguém quer começar uma briga com você, então o amigo vai dizer: ‘Não brigue com ele, ele é da [gangue] Ducky Boys’. E esse é basicamente o motivo que levou ao meu envolvimento com gangues, mesmo não sendo algo que eu estivesse animado ou quisesse fazer de verdade. Eu só queria proteção.”

Frehley, nascido e criado no bairro do Bronx, ainda revelou a importância da música para que ele se desligasse das gangues. 

“Me juntei a gangue quando tinha uns 13 anos, e foi por volta deste período que peguei uma guitarra. Então, com 14 anos, eu já estava em bandas e me apresentando nos fins de semanas em bailes de igrejas ou o que valesse a pena tocar. Aos 15 anos eu já estava trabalhando quase todo fim de semana. Eu recebia ligações dos caras da gangue dizendo: ‘Ei, entramos em uma briga esta noite no pátio da escola. Traga um canivete.’ Eu dizia: ‘Não posso ir, tenho uma apresentação.’ A música meio que me tirou do meio das gangues e salvou minha vida.”

Ace Frehley e o Kiss

Em 1973, Ace Frehley entrou para a primeira formação do Kiss ao lado de Paul Stanley (voz e guitarra rítmica), Gene Simmons (voz e baixo) e Peter Criss (bateria e voz). Com o personagem Spaceman, permaneceu no grupo até 1982, quando saiu e acabou por se dedicar a uma carreira solo. 

Retomou o posto de guitarrista do Kiss em 1996, com a turnê de reunião da primeira formação. Seguiu na banda até 2002, quando voltou a se dedicar a carreira solo.

Com a “End of the Road”, turnê de despedida do Kiss, o retorno de Frehley se tornou assunto recorrente não só entre os fãs. Em abril último, quando o guitarrista completou 71 anos, Gene Simmons usou seu perfil no Twitter para parabenizar o guitarrista e reforçar o convite de ter o Spaceman nos palcos com o grupo.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share