Chuck Schuldiner copiou o Possessed no Death, diz Kam Lee

Baterista original, que depois se consagrou como vocalista do Massacre, disse que falecido ex-colega tentava copiar estilo vocal de Jeff Becerra

Uma questão velha conhecida dos fãs de death metal diz respeito a quem deu o ponto de partida do subgênero. Possessed e Death são os principais candidatos à honraria.

O primeiro é citado pelo motivo mais óbvio: o pioneirismo de sua obra. Já o segundo tem a seu favor o fato de ter realizado um trabalho mais “puro”, de acordo com as principais características – os anteriores ainda conservavam vários aspectos do thrash na sonoridade.

Depois de muito tempo, a polêmica foi resgatada por um antigo colega de Chuck Schuldiner. Vocalista do Massacre e integrante dos primórdios do Death – incluindo a fase em que o grupo ainda se chamava Mantas –, Kam Lee concedeu entrevista ao podcast That Metal Interview (transcrita pelo Blabbermouth). E se você imagina que ele se posicionaria a favor do antigo colega, errou.

“Eu estava lá desde o começo e serei claro: Chuck ouvia o que Jeff (Becerra, vocalista do Possessed) fazia e tentava imitar. Houve momentos em que estávamos morando aqui na Flórida, antes de ele se mudar para a Califórnia. Éramos tapetraders (nota da redação: nome dado a pessoas que trocavam fitas K7 à época). Se você olhar para logotipos do Mantas desenhados à mão, a letra M era completamente copiada do logotipo original do Possessed, com a cauda do diabo.”

De acordo com Lee, sua posição gerou atrito a ponto de ele não ser convidado a participar de “Death By Metal”, documentário sobre a história de sua antiga banda.

“Vou dizer isso agora porque Eric Greif, ex-manager do Death, já faleceu. Mas era algo que ele não queria que eu contasse às pessoas. Negaram minha participação porque não queriam que eu dissesse certas coisas. Como iam vender um documentário sobre a banda se eu revelasse que as coisas não eram bem como diziam? Então, não me queriam lá, se recusaram absolutamente a falar comigo.

Não queriam que contasse que fui eu, não Chuck, quem desenhou o logo do Death. Ou que eu falasse que ele copiou o Possessed. A ideia era mostrá-lo como o criador desse produto. Mais ou menos como fizeram com a imagem do Coronel Sanders como criador da receita do frango da KFC, quando na verdade foi outro cara e ele se apropriou.”

Rick Rozz rebate Kam Lee

Obviamente, a declaração repercutiu. A ponto de o guitarrista Rick Rozz, que tocou com Lee no Massacre e também integrou o Death, ter compartilhado a publicação do Blabbermouth nas redes sociais e redigido uma resposta ao antigo companheiro.

“Desculpem, amigos, não posso deixar essa passar. O quão baixo é menosprezar uma pessoa morta? O motivo pelo qual esse narcisista vendido não foi chamado para o documentário foi porque ele ameaçou Chuck em uma entrevista. Disse que era melhor tomar cuidado ou sua mãe ficaria sem um filho. Não é motivo suficiente? Ah, e para registro, ao menos Chuck nunca subiu no palco do Showbiz Pizza com calça estilo leopardo para dublar ‘I Wanna Be Somebody’ do W.A.S.P.”

Chuck Schuldiner e Death

Nascido em Long Island, Nova York, Charles Michael Schuldiner fundou o Death em 1983. Vocalista e guitarrista, foi o único membro constante na carreira do grupo, que influenciou todas as gerações posteriores do metal extremo.

Morreu no dia 13 de dezembro de 2001, aos 34 anos, após uma batalha de 2 anos contra um câncer.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share