Causa da morte de Andy Fletcher, do Depeche Mode, é divulgada

Tecladista faleceu há um mês, mas só agora família autorizou banda a divulgar o que provocou seu óbito

Um mês após o falecimento do tecladista Andy Fletcher, o Depeche Mode publicou comunicado oficial direcionado aos fãs. No texto, além de agradecer o carinho e boas energias, a banda revelou a causa da morte do membro fundador, que nos deixou em 26 de maio, aos 60 anos.

Diz a nota assinada por Dave Gahan e Martin Gore:

“Queríamos dedicar um momento para reconhecer a demonstração de amor por Andy que vimos de todos vocês nas últimas semanas. É incrível ver todas as suas fotos, ler suas palavras e ver o quanto Andy significou para todos vocês. Como podem imaginar, foram algumas semanas estranhas, tristes e desorientadoras para nós aqui, para dizer o mínimo. Mas vimos e sentimos todo o seu amor e apoio, sabemos que a família de Andy também.

Algumas semanas atrás, recebemos o resultado dos médicos legistas. A família nos pediu para compartilhar com vocês agora. Andy sofreu uma dissecção da aorta enquanto estava em casa dia 26 de maio. Então, embora fosse muito, muito cedo, ele morreu naturalmente e sem sofrimento prolongado.

Tivemos uma celebração da vida de Andy em Londres na semana passada, uma linda cerimônia e reunião com algumas lágrimas, mas cheia de ótimas lembranças de quem Andy era, histórias de todo o nosso tempo juntos e algumas boas risadas. Ele foi celebrado em uma sala cheia de muitos de seus amigos e familiares, nossa família DM imediata e tantas pessoas que tocaram Andy e nossas vidas ao longo dos anos. Estar todos juntos era uma maneira muito especial de lembrar e se despedir dele.

Então, obrigado por todo o amor que demonstraram a Andy, sua família e amigos nas últimas semanas. Honestamente, significa o mundo para todos nós. Andy, você fará falta, mas certamente não será esquecido.

Amor, Martin & Dave”

https://www.instagram.com/p/CfUawBtJcAM/

Andy Fletcher e Depeche Mode

Andy Fletcher foi um dos criadores do Depeche Mode ao lado de Vince Clarke, que logo sairia para fundar o Erasure. A formação se estabilizou com Andy nos teclados e baixo, Martin Gore também nos teclados e guitarras e Dave Gahan nos vocais, tendo também Alan Wilder nos teclados e bateria entre 1982 e 1995.

O grupo inglês foi um dos mais populares e influentes da década de 1980, sendo reconhecido por mesclar elementos do synthpop, new wave, eletrônico e rock alternativo de modo geral. Vendeu mais de 100 milhões de cópias em todo o mundo e emplacou 54 singles nas paradas do Reino Unido, além de 17 discos no top 10 local. Os músicos entraram para o Rock and Roll Hall of Fame em 2020.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
15
Share