Por que Roberto Carlos recusou o Rock in Rio tantas vezes, segundo Roberto Medina

O Rock in Rio é o maior festival de música brasileiro e extrapolou as fronteiras de nosso país. Mas o que será que seu idealizador, Roberto Medina, ainda não conseguiu? Segundo o colunista Gilberto Amendola, do Direto da Fonte, coluna publicada no jornal O Estado de S. Paulo, um dos maiores sonhos do empresário é trazer Roberto Carlos para seu festival.

O convite ao “Rei” é feito a cada edição, desde a primeira, em 1985 – e, segundo a coluna, foi reiterado para a que acontece em setembro deste ano. Mesmo sem negativas contundentes, o Rei tem se esquivado.

De acordo com Medina, um dos motivos para ainda não ter dito sim ao megafestival, seria o choque que foi para ele ver seu amigo e grande parceiro, Erasmo Carlos, ser vaiado na primeira edição do Rock in Rio.

O Tremendão se apresentou na noite que abriu o festival de 1985, com Queen, Iron Maiden, Whitesnake, Baby Consuelo + Pepeu Gomes e Ney Matogrosso. Diante da reação negativa, pediu para que sua segunda apresentação fosse adiada: ele deixou de tocar com AC/DC, Scorpions, Ozzy Osbourne, Whitesnake (novamente) e Baby Consuelo + Pepeu Gomes (novamente) para performar antes de de Yes, The B-52’s, Nina Hagen, Blitz, Gilberto Gil e Barão Vermelho.

Roberto Carlos e Rock in Rio

Roberto Medina já havia falado sobre esse desejo de ter o Rei no palco do Rock in Rio em 2019, durante entrevista ao jornal “O Globo”.

“Roberto assistiu ao primeiro Rock in Rio comigo, é um cara que devia vir. Mas fica falando ‘bicho, vou ver’ e não acerta.”

Vale lembrar que apesar do “rock” no nome, o evento leva desde sua primeira edição artistas de outro estilo – o que sempre incomoda e gera críticas, nem sempre embasadas, da turma mais radical.

Roberto Carlos não é o primeiro nome a ser lembrado quando se fala de rock, mas ele começou a carreira no estilo e chegou a gravar alguns discos explorando melhor o gênero. Porém, a partir da década de 1970, passou a se dedicar de vez ao seu cancioneiro romântico.

Em tempo, o Rock in Rio ganhará em breve um documentário no Globoplay. E para os fãs de Roberto Carlos, tem shows agendados no Espaço Unimed, em São Paulo, nos dias 31 de julho, 5 e 6 de agosto.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

2 comentários
  1. Alguma coisa não bateu na explicação do Medina. Vejamos:
    “O convite ao “Rei” é feito a cada edição, desde a primeira, em 1985 ”
    “um dos motivos para ainda não ter dito sim ao megafestival, seria o choque que foi para ele ver seu amigo e grande parceiro, Erasmo Carlos, ser vaiado na primeira edição do Rock in Rio.”

    Não faz sentido ter como motivo algo que ele não sabia q ia acontecer, quando recusou o convite para a primeira edição em 1985. Ele não é vidente.

    Caô, ou do Roberto ou do Medina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
84
Share