Richard Benson, o “pior guitarrista do mundo”, morre aos 67 anos

Músico ítalo-britânico ficou conhecido por abordagem nada usual em seu instrumento, para dizer o mínimo

O guitarrista ítalo-britânico Richard Benson morreu na última segunda-feira (9), aos 67 anos. O anúncio foi feito nas redes sociais do músico, sem especificar a causa do falecimento. Nos últimos tempos, ele vinha enfrentando uma série de problemas cardiovasculares.

Nascido em Surrey, Inglaterra, Richard se mudou para a Itália com os pais ainda na infância. Desde cedo se tornou figura ativa na cena local, tendo tocado com a banda progressiva Buon Vecchio Charlie.

Nos anos 1980, se aventurou na mistura do rock com a disco music, passando para o metal na sequência. À época, se popularizou um vídeo que o colocou na nada privilegiada posição de “pior guitarrista do mundo”. No registro, Benson era insultado pela plateia de um clube por conta de sua performance.

Por conta da repercussão, tornou-se celebridade televisiva, aparecendo em programas musicais da RAI, principal cadeia de emissoras do país. Em 2000, ganhou as manchetes novamente em decorrência de um acidente sofrido quando caiu (fontes afirmam que se jogou tentando suicídio) de uma ponte após receber o diagnóstico de artrite.

O problema nas articulações se intensificou nos últimos tempos, prejudicando suas habilidades musicais. Mesmo assim, seguia publicando vídeos nas plataformas midiáticas.

Richard Benson lançou três discos solo: “Mother Torture” (1999), “Hell of the Living” (2015) e “Duello Madre” (2016). No mesmo ano do derradeiro trabalho, deu entrevista com sua esposa Ester Esposito, onde pedia ajuda financeira para cuidar de sua saúde. Morreu em Roma, onde passou seus últimos dias.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share