A melhor música e o melhor álbum do Iron Maiden para Tobias Forge

“Eles foram uma grande influência. Não apenas musicalmente, mas também em termos de produção de palco, ética de trabalho e dedicação”, afirma o frontman do Ghost

Durante aparição na rádio britânica Planet Rock, Tobias Forge elaborou uma playlist com artistas que o influenciaram em diferentes momentos da carreira. Entre nomes como Rammstein, Foo Fighters, Killing Joke e Metallica, o líder do Ghost não podia deixar de colocar o Iron Maiden. A música escolhida foi “Blood Brothers”, quarta faixa do álbum “Brave New World”, lançado em 2000.

O vocalista e multi-instrumentista falou sobre a importância dos britânicos em sua vida. E aproveitou para apontar o disco que realmente fez a diferença em seu lado artístico: “Live After Death”.

“Eles foram uma grande influência. Não apenas musicalmente, mas também em termos de produção de palco, ética de trabalho e dedicação. Quando criança, ‘Live After Death’ me fez querer ser um profissional da área e viajar pelo mundo. O encarte trazia as datas da turnê. Costumava pegar um atlas e ficar desenhando a rota de por onde passaram.”

Gravado na Long Beach Arena, Califórnia, Estados Unidos e no Hammersmith Odeon, Londres, Inglaterra, “Live After Death” capturou o Iron Maiden na lendária World Slavery Tour, que divulgava o álbum “Powerslave”. Vendeu mais de 5 milhões de cópias em todo o mundo, chegando ao 2º lugar na parada britânica e 19º na norte-americana.

A melhor música do Iron Maiden

Quanto a “Blood Brothers”, Tobias Forge ressaltou que a canção marca o momento de reencontro com o Iron Maiden, após alguns anos afastado.

“Não era um grande fã da fase com Blaze Bayley nos vocais. Era um período em que escutava mais death e black metal. Quando Bruce Dickinson voltou foi triunfante. ‘Brave New World’ é um trabalho muito bem construído. Bom do início ao fim. ‘Blood Brothers’ ainda aparece na maioria dos shows, mas poderiam facilmente tocar todas as outras.”

Décimo-segundo trabalho de estúdio da banda, “Brave New World” foi o primeiro álbum com a formação em sexteto. Também representou o início da parceria com o produtor Kevin Shirley, permanente até os dias atuais.

Tanto a capa quanto a faixa-título são referências à obra literária homônima, de Aldous Huxley. Ganhou disco de ouro em 9 países, incluindo o Brasil.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

2 comentários
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
23
Share