De Beatles a John Mayer: o que Chitãozinho e Xororó ouvem no tempo livre

Dupla sertaneja se envereda pelo pop e não dispensa o rock clássico, mas as raízes continuam firmes no sertanejo e no country americano

A dupla Chitãozinho e Xororó contou ao G1 sobre suas preferências musicais e de cultura pop como um todo. Os sertanejos estão lançando uma série produzida pela Globo que vai falar sobre suas origens e carreira – e mesmo com 50 anos de estrada no sertanejo, os artistas mostram que estão sempre com a cabeça bem aberta para novas influências.

Durante a entrevista, Xororó foi perguntado sobre sua playlist pessoal. No “ato”, mostrou o celular que mostrava a música “Trampoline”, do grupo Shaed, que tem participação de Zayn Malik. O cantor disse que seu filho, Junior Lima (da dupla Sandy e Junior), tem apresentado ao pai muito da música pop atual, citando também outros nomes.

“É bem pop esse grupo. Eu ouço John Mayer muito, eu ouço Ben Harpper muito. Esse grupo aí é super pop mesmo. Meu filho apresentou, eu tenho ouvido bastante. Fazendo exercício eu ouço muito eles. Eu procuro diversificar porque acaba tendo influências, eu estou compondo agora coisas mais pop, então eu estou ouvindo essas coisas para poder entender mais esse universo. Para trazer as influências para o nosso universo você tem que ouvir.”

Já Chitãozinho tem um perfil mais calcado no sertanejo e no country americano, com o qual o som da dupla vive flertando. Nem por isso ele deixa de ter uma variedade em sua playlist, que está quase sempre no modo aleatório.

“Quando eu estou na estrada eu coloco música no shuffle, fica no aleatório, então tudo o que eu tenho ali na minha biblioteca vai tocado aleatoriamente. Então eu tenho samba, rock, bastante sertanejo, pop e muito country.”

Xororó e os Beatles

Xororó também citou a influência dos Beatles, tendo maratonado recentemente o documentário “The Beatles: Get Back”, de Peter Jackson, sobre as gravações do álbum “Let it Be”. Os Bee Gees, que já gravaram com Chitãozinho e Xororó, também foram lembrados.

“Ouço muito Beatles também, assisti agora o documentário que conta a história real deles, eles no estúdio criando tudo aquilo que a gente conhece, eu fiquei enlouquecido, era difícil desligar, já era madrugada, eu e a minha mulher ali assistindo. Assista também os Bee Gees, achei maravilhoso, e a gente teve o privilégio de cantar com eles.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
10
Share