No Twitter, Polícia Federal agradece banda Interpol em vez da organização

Órgão brasileiro tentou agradecer apoio da Organização Internacional de Polícia Criminal; mensagem já foi apagada

A Polícia Federal cometeu uma gafe no Twitter ao tentar agradecer o apoio da Interpol em uma operação contra a pedofilia online. Ao invés de citar a organização policial, que usa o perfil @interpol_hq, foi citada a banda indie homônima, que se vale do @interpol.

O post já apagado dizia:

“PF combate organização criminosa que produzia e comercializava imagens eróticas de crianças e adolescentes na internet. As investigações tiveram apoio da @Interpol e da agência americana de segurança @DHSgov (Homeland Security Investigations).”

- Advertisement -

Aparentemente, os músicos e seus representantes não tiveram tempo de ver a marcação – ou preferiram não se manifestar.

Interpol e Arctic Monkeys no Brasil

Curiosamente, a banda Interpol está de passagem marcada para o Brasil em breve. O grupo participará do Primavera Sound, que terá sua primeira edição na América do Sul. O evento acontece em São Paulo entre 31 de outubro e 6 de novembro. Os cinco primeiros dias terão atrações espalhadas por diferentes palcos da cidade. Nos dois últimos, a concentração será no Anhembi. Arctic Monkeys, Travis Scott, Björk e Lorde serão os headliners.

Leia também:  Dinamarquês é julgado por fraude após R$ 3,1 mi gerados em streamings de música

Os comandados do vocalista e guitarrista Paul Banks ainda se apresentam junto com o Arctic Monkeys no Rio de Janeiro (04/11, na Jeuneusse Arena) e Curitiba (08/11, na Pedreira Paulo Leminski). “The Other Side of Make-Believe”, novo álbum do Interpol, sai dia 15 de julho via Matador Records.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasNo Twitter, Polícia Federal agradece banda Interpol em vez da organização
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades