Como George Harrison se superou em “Wonderwall Music”, segundo o filho Dhani

Primeiro trabalho solo do ex-Beatle, lançado em 1968, é citado como o predileto de Dhani Harrison

Dhani Harrison, filho de George Harrison, trabalhou em um box-set cobrindo os primeiros passos do pai como artista solo em 2014. “The Apple Years 1968-1975” reunia a obra do Beatle ainda antes do rompimento da banda e logo após.

E é justamente nessa fase que está o disco preferido do rebento do músico. “All Things Must Pass”? “Living in the Material World”? Nada disso.

A escolha recai sobre “Wonderwall Music”, primeiro disco de George, lançado em 1968. O play serviu como trilha sonora do filme homônimo, de Joe Massot.

Experimental, a obra visava oferecer um gosto da música indiana às massas. Eric Clapton, Ringo Starr e Tony Ashton fizeram participações especiais.

Em entrevista à Rolling Stone, resgatada pela Far Out Magazine, Dhani explicou sua preferência.

“Lembro de pegar uma cópia em CD no início dos anos 1990. A primeira impressão foi a estranheza. Era quase uma forma de ouvir música meditando. De repente, um shenai (um oboé indiano) começa a tocar e praticamente abre sua cabeça. É um álbum profundo e psicodélico. Há Eric Clapton, guitarras gravadas de trás para a frente, metais… uma aberração, no bom sentido. E era instrumental, exceto por alguns cantos hindus. ‘Wonderwall’ é o elo perdido na fase final dos Beatles.”

O entrevistador citou que o trabalho era “funcional”, pois tinha o objetivo de ser at rilha sonora de um filme, mas ao mesmo tempo era “feito para viajar”. O filho de George concordou.

“Era um cruzamento de música de spaghetti-western, ‘Chants of India’, coisas do meu pai com Ravi (Shankar), e as melhores pirações dos Beatles. Para as pessoas que não ouviram esse disco, essa é a primeira coisa que você deve ouvir. ‘Wonderwall’, para minha geração, é um nome associado ao Oasis. Não é. É uma das primeiras coisas que meu pai fez sozinho, longe dos Beatles.”

George Harrison e “Wonderwall Music”

“Wonderwall Music” teve performance apenas discreta nas paradas. George Harrison lançou 12 álbuns de estúdio como artista solo. Ele morreu em 29 de novembro de 2001, vitimado por um câncer.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
5
Share