Baixistas são os integrantes mais importantes de uma banda, revela estudo

Análise divulgada pelo periódico Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS) aponta que cérebro humano acha mais fácil encontrar e entender ritmos quando tocados em tons mais graves

Um estudo publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), revista oficial da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, buscou descobrir qual o músico mais importante em uma banda. O contexto foi baseado em torno da formação típica da música popular, centrada nos instrumentos usados de forma comum nos diferentes estilos.

O relatório afirma que “a percepção de tempo superior para o tom musical mais baixo explica por que os instrumentos de alcance baixo estabelecem ritmos musicais”. Em outras palavras, o baixo é a parte mais essencial de uma música.

- Advertisement -

De acordo com as análises, o cérebro humano acha mais fácil encontrar e entender o ritmo quando é tocado em um tom mais baixo. As pessoas são mais propensas a dançar, bater os pés e responder ritmicamente a músicas com maior destaque aos graves, como o baixo do que para instrumentos mais agudos, como guitarra e bateria.

Leia também:  Os novos preços do Disney+ após fusão com Star+

Diz um trecho do documento, de forma bem acadêmica:

“Os resultados de um modelo biologicamente plausível da periferia auditiva sugerem que a dinâmica coclear não linear contribui para o efeito observado. O efeito de superioridade de voz baixa para codificação de tempo explica a prática musical generalizada de carregar ritmo em instrumentos de baixo alcance e complementa efeitos de superioridade de voz alta previamente estabelecidos para tom e melodia.”

Outro estudo reforça os baixistas

Não é a primeira vez que o baixo se sobressai em um estudo do tipo. Em 2014, a Northwestern University, de Illinois, Estados Unidos, descobriu que músicas com presença marcante do instrumento fazem o ouvinte se sentir mais poderoso e confiante.

Leia também:  Smith/Kotzen trabalha em músicas novas com Julia Lage

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesBaixistas são os integrantes mais importantes de uma banda, revela estudo
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

  1. Tenho uma crítica a essa matéria, mas que vai se aplicar a outras também, caso você já tenha escrito ou pretende escrever sobre outros trabalhos científicos.

    Quando escrever sobre publicações científicas, coloque a referência completa do artigo, informando o nome dos autores, título do trabalho, nome da revista, volume, issue, páginas, ano e o maus importante: o DOI. Sem essas informações, suas matérias não têm nenhuma credibilidade e os leitores que se interessarem a conhecer mais sobre o trabalho, terão muita dificuldade em encontrar mesmo se forem cientistas. Você precisa dar aos seus leitores a oportunidade para eles mesmos lerem o trabalho original e tirarem suas próprias conclusões porque a verdadeira ciência é isso. Existem muitos trabalhos científicos de baixa qualidade, não indexados, também classificados como pseudo ciência, mas também existem trabalhos de altíssima qualidade que trazem novos pontos de vista, até mesmo controversos, sobre assuntos que alguns de seus leitores possam estar estudando.

    Sou cientista e, embora não trabalhe nessa área de pesquisa, fiquei curioso e queria entender qual foi a metodologia utilizada, analisar os dados experimentais e discussão dos resultados para entender melhor as conclusões dos autores, mas não vou me dar o trabalho de procurar esse artigo porque, como você não colocou nenhuma referência sólida, não estou dando credibilidade para essa matéria.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades