Quando Paul Di’Anno regravou a música “Symphony of Destruction”, do Megadeth

Vocalista dos primeiros álbuns do Iron Maiden gravou homenagens que foram de Thin Lizzy a Michael Jackson, mas tributo à banda de Dave Mustaine está entre os mais inusitados

Nas últimas décadas, muitos artistas se valeram de álbuns tributo para complementar a renda e manter o nome na mídia. O falecido músico e produtor Bob Kulick encabeçou os projetos mais bem-sucedidos. Porém, ele não monopolizou as ações: um dos nomes que se tornou figurinha carimbada foi Paul Di’Anno.

De Thin Lizzy a Michael Jackson, passando até por homenagens a si mesmo em discos que envolviam o repertório do Iron Maiden, o cantor registrou várias participações em projetos do tipo ao longo dos anos.

- Advertisement -

Uma das mais inesperadas foi em “Hangar of Souls – A Tribute to Megadeth”. Lançado na Europa e Argentina, o disco traz o vocalista emprestando seu gogó a “Symphony of Destruction”, gravada em parceria com a banda inglesa Jeriko. Ouça abaixo.

Paul Di’Anno canta “Symphony of Destruction”, do Megadeth

Lançado em 2005, o álbum “Hangar of Souls – A Tribute to Megadeth” traz a seguinte tracklist:

  1. Celesty – Holy Wars… The Punishment Due
  2. Mastifal – This Was My Life
  3. Renacer – Reckoning Day
  4. Jeriko – Peace Sells
  5. Jesus Martyr – She-Wolf
  6. Beto Vázquez Infinity – A Tout Le Monde
  7. Hamka – Tornado Of Souls
  8. Sayowa – Trust
  9. Humanimal – Countdown To Extinction
  10. Lord Divine – Angry Again
  11. Plan 4 – Skin O’ My Teeth
  12. Tren Loco – Train Of Consequences
  13. Red Wine – In My Darkest Hour
  14. Serpentor – Hangar 18
  15. Paul Di’Anno & Jeriko – Symphony Of Destruction
Leia também:  O grande problema do Rush em “Grace Under Pressure”, segundo Geddy Lee

O cover envolvendo Di’Anno também saiu nas compilações “Tales From The Beast” e “Wrathchild: The Anthology”, cobrindo sua carreira.

Outros tributos

Eis uma lista retirada da Wikipédia com as participações de Paul Di’Anno em álbuns tributo até hoje.

  • In The Name Of Satan – A Tribute To Venom (1998) (Música: “Black Metal”)
  • 666 The Number One Beast (Iron Maiden Tribute) (1999)
  • 666 The Number One Beast Volume 2 (Iron Maiden Tribute) (1999)
  • The Maiden Years (Iron Maiden Tribute) (2000)
  • Gimme All Your Top (ZZ Top Tribute) (2000) (Música: “Sleeping Bag”)
  • The Boys Are Back (Thin Lizzy Tribute) (2000) (Música: “Killer On the Loose”)
  • Only UFO Can Rock Me (UFO Tribute) (2001) (Música: “Shoot Shoot”)
  • Another Hair of the Dog (Nazareth Tribute) (2001) (Músicas: “Hair Of The Dog” and “Broken Down Angel”)
  • Hangar de Almas: Tributo A Megadeth (2005) (Mùsica: “Symphony Of Destruction”)
  • Numbers from the Beast – An All Stars Tribute to Iron Maiden (2005) (Música: “Wrathchild”)
  • World’s Greatest Metal – Tribute to Led Zeppelin (2006) (Música: “Kashmir”)
  • An ’80s Metal Tribute to Van Halen (2006) (Música: “Ain’t Talkin’ ‘Bout Love”)
  • A Tribute to The Rolling Stones (2007) (Songs: “I Wanna Be Your Man” and “Jumpin’ Jack Flash”)
  • Top Musicians Play The Rolling Stones (2010) (Música: “Paint It Black”)
  • Thriller – A Metal Tribute To Michael Jackson (2013) (Música: “Bad”)
  • Tribute to Rod Stewart and The Faces II (2015) (Música: “Hot Legs” and “Cindy Incidentally”)
Leia também:  Há 36 anos, o Iron Maiden lançava “Seventh Son of a Seventh Son”; veja outros fatos da música em 11 de abril

Veja também:

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesQuando Paul Di’Anno regravou a música “Symphony of Destruction”, do Megadeth
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

  1. muito fraco… a musica não combinou com o estilo vocal de paul, apesar dos instrumentos tentarem salvar o barco (exceto pelo solo adicionado na gravação original). Musica não necessariamente ruim, mas fraca

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades