Bruce Dickinson voltará a trabalhar em álbum solo ainda este ano

Sucessor de “Tyranny of Souls” (2005) está em produção há algum tempo e retoma parceria do vocalista do Iron Maiden com o guitarrista e produtor Roy Z

O vocalista do Iron Maiden, Bruce Dickinson, confirmou ao Loudwire que voltará a se dedicar ao seu próximo disco solo. O sucessor de “Tyranny of Souls” (2005) já vem sendo arquitetado há anos e receberá uma dedicação especial em breve.

Conforme transcrito pelo Blabbermouth, Bruce declarou:

“Irei aos Estados Unidos nas próximas semanas para minhas apresentações spoken-word. Tenho agenda até março. Depois, vou me reunir com Roy (Z, guitarrista e produtor). Já temos bastante material, precisamos organizar e, talvez, escrever mais alguma coisa. Depois, vou deixar tudo nas mãos dele.”

Por conta da turnê que o Iron Maiden tem a realizar no resto do ano – se a Covid-19 deixar –, o trabalho deve ser feito mais ou menos na mesma linha do álbum mais recente em termos de dinâmica.

“Não estive presente na maior parte do tempo em ‘Tyranny of Souls’. Assim como agora, excursionava com o Maiden à época. Roy enviava o material, eu escutava e decidíamos o que aproveitar. Conseguimos ótimos resultados da outra vez.”

Regravação de If Eternity Should Fail

Em entrevistas anteriores, Bruce revelou que seu novo trabalho deve contar com uma versão retrabalhada para “If Eternity Should Fail”, faixa de abertura de “The Book of Souls”, penúltimo disco de inéditas do Iron Maiden. A música foi originalmente composta para sua carreira solo, mas acabou sendo usada pela banda.

À Kaaos TV, ele comentou:

“A música foi feita como parte de uma história. Então a parte falada no final é o começo de uma história que está no álbum todo. E um dos personagens é o Dr. Necropolis, ele é o cara mau. E o cara bom é o Professor Lazarus; ele traz as pessoas de volta dos mortos. Então isso introduz Necropolis na parte falada.”

Bruce Dickinson solo pós-retorno ao Iron Maiden

Lançado em 23 de maio de 2005, “Tyranny of Souls” foi o único álbum solo gravado por Dickinson após sua volta ao Iron Maiden. A repercussão foi discreta à época.

A faixa-título foi composta originalmente para o projeto The Three Tremors, que também contaria com Rob Halford e Geoff Tate. Ela conta com várias citações à obra MacBeth, de Shakespeare.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
9
Share