Foto: divulgação

Chick Corea, gigante do jazz e pioneiro do fusion, morre aos 79 anos

Chick Corea, um dos músicos mais reverenciados da história do jazz, nos deixou. O pianista, notável por trabalhos com Miles Davis, Return to Forever, Stanley Clarke, Stan Getz, Al Di Meola e tantos outros, faleceu na última terça-feira (9), aos 79 anos de idade.

Chick Corea, um dos músicos mais reverenciados da história do jazz, nos deixou. O pianista, notável por trabalhos com Miles Davis, Return to Forever, Stanley Clarke, Stan Getz, Al Di Meola e tantos outros, faleceu na última terça-feira (9), aos 79 anos de idade.

A informação foi confirmada em um comunicado divulgado nas páginas de Chick Corea nas redes sociais, divulgado nesta quinta (11). De acordo com o texto, o artista descobriu recentemente que estava com um câncer raro, que não foi especificado na publicação. Ele não resistiu e acabou nos deixando.

Leia o comunicado na íntegra:

“É com grande tristeza que anunciamos que no dia 9 de fevereiro, Chick Corea nos deixou, aos 79 anos, devido a uma forma rara de câncer que só foi descoberta muito recentemente.

Ao longo de sua vida e carreira, Chick desfrutou da liberdade e da diversão de criar algo novo e jogar os jogos dos artistas.

Ele era amado como marido, pai e avô, além de um grande mentor e amigo de muitos. Através de seu trabalho e das décadas que passou viajando pelo mundo, ele inspirou a vida de milhões.

Embora fosse o primeiro a dizer que sua música dizia mais do que as palavras jamais poderiam, ele deixou esta mensagem a todos aqueles que ele conhecia e amava – e para todos aqueles que o amavam:

‘Quero agradecer a todos aqueles ao longo da minha jornada que ajudaram a manter o fogo da música aceso. Espero que aqueles que têm a idéia de tocar, compor, performar ou trabalhar de outra forma o façam. Se não por você, então pelo resto de nós. O mundo não precisa apenas de mais artistas, mas também de muita diversão.’

‘E para meus incríveis amigos músicos, que são como uma família para mim desde que eu os conheço: foi uma bênção e uma honra aprender e tocar com todos vocês. Minha missão sempre foi levar a alegria de criar em qualquer lugar que eu pudesse. Ter feito isso com todos os artistas que eu admiro tanto tem sido a riqueza da minha vida.’

A família de Chick certamente pede por privacidade durante este momento difícil de perda.”

Um pouco sobre Chick Corea

Nascido em 12 de junho de 1941, em Chelsea, Massachusetts, nos Estados Unidos, Chick Corea começou sua carreira nos anos iniciais da década de 1960, tocando com artistas do porte de Blue Mitchell, Herbie Mann, Stan Getz e Mongo Santamaria. Pouco tempo depois, deu início a uma carreira solo bastante prolífica, que renderia dezenas de álbuns – “Plays”, o mais recente, saiu em 2020.

Mesmo trabalhando como artista solo, Corea nunca deixou de colaborar com outros artistas. Ainda na década de 1960, trabalhou com a banda de Miles Davis e participou do nascimento do jazz fusion, gênero notável por misturar jazz com rock, funk, música latina e outras ramificações.

Já nos anos 1970, o pianista formou o Return to Forever, banda que intensificou a proposta fusion e dialogou bastante com o rock. Neste projeto, tocou com o lendário Stanley Clarke e os brasileiros Airto Moreira e Flora Purim, entre outros nomes notáveis.

Conforme já destacado, Chick Corea construiu uma carreira prolífica e repleta de trabalhos relevantes ao longo de quase 60 anos de atividade. Que o lendário músico, enfim, possa descansar em paz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share