Foto: Kevin Nixon / reprodução / JustGiving.com

Sem andar há anos, Paul Di’Anno pede dinheiro para pagar cirurgia no joelho

O vocalista Paul Di’Anno, conhecido por ter feito parte do Iron Maiden entre 1978 e 1981, anunciou a criação de uma campanha de crowdfunding (financiamento coletivo) para pagar uma cirurgia no joelho. O cantor busca arrecadar 20 mil euros, o equivalente a quase R$ 130 mil, em transação direta e na cotação atual.

O vocalista Paul Di’Anno, conhecido por ter feito parte do Iron Maiden entre 1978 e 1981, anunciou a criação de uma campanha de crowdfunding (financiamento coletivo) para pagar uma cirurgia no joelho. O cantor busca arrecadar 20 mil euros, o equivalente a quase R$ 130 mil, em transação direta e na cotação atual.

A página do crowdfunding apresenta o seguinte comunicado:

“Paul esperou pelos últimos 5 ou 6 anos para fazer esta cirurgia, mas agora parece que a única maneira de fazê-la, e rápido, é em privado. Estamos tentando levantar fundos para fazê-lo andar novamente. Agradecemos por qualquer quantia que puder ser doada. Por favor, doe o máximo que puder para que isso se torne realidade. Sabemos que os tempos estão difíceis para todos agora, mas cada pequena quantia ajuda. Se nos juntarmos, podemos fazer isso acontecer para ele.”

Lançada no fim da última semana, a iniciativa arrecadou, até o fechamento desta matéria, cerca de 3,4 mil euros distribuídos em 151 apoiadores. Não foi estabelecido um prazo para o fim das doações.

Os problemas de Paul Di’Anno

Paul Di’Anno sofreu de uma série de problemas de saúde nos últimos anos. Em 2016, o cantor foi internado para remover um abscesso “do tamanho de uma bola de rugby” em seus pulmões. Nos últimos anos, ele também passou por substituição de ambos os joelhos após vários acidentes de motocicleta ao longo dos anos. Em seus últimos shows, realizados também em 2016, Di’Anno subiu ao palco em uma cadeira de rodas.

Em entrevista concedida no início de 2020 ao The Metal Voice, Di’Anno revelou que não andava há 4 anos.

“Meus dois joelhos ainda precisam ser operados. Não ando há 4 anos, é ridículo. Embora tenha um dos melhores cirurgiões do país, não é algo que o hospital diga: ‘ok, você virá nesta data para a cirurgia’. É o médico que agenda, não o hospital, e ele cuida de muita gente, então, preciso esperar por ele.

Eles não encostam em você por 2 anos, em qualquer operação, caso tudo dê errado – eles não se responsabilizam. Quando removi o joelho direito, peguei MRSA (Staphylococcus aureus resistente à meticilina) por duas vezes, isso atrasou. É horrível. O joelho esquerdo está bom, mas o direito está completamente destruído. Será uma cirurgia complicada.”

Por conta disso, o vocalista chegou a anunciar, em janeiro de 2020, que faria um show de despedida no Beermageddon Festival, em Bromsgrove, na Inglaterra. A apresentação foi agendada para o dia 30 de agosto, mas precisou ser adiada, por tempo indeterminado, devido à pandemia do novo coronavírus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
1
Share