Sem categoria

Playlist: boas músicas e 20 álbuns de rock e metal lançados nesta sexta (10/7)



Na playlist a seguir, apresento músicas lançadas nesta sexta-feira (10), bem como ao longo da semana, que chamaram minha atenção. São, no geral, boas recomendações que se destacaram no meu gosto – e que podem te convencer também.

Também faço, abaixo, algumas recomendações de álbuns divulgados nesta sexta (10), além de listar outros discos que chegam a público nesta data.

Lembrando, ainda, que a playlist de lançamentos é atualizada semanalmente. Sempre às sextas-feitas, também publico a lista de novos álbuns aqui no site.

Ouça a playlist:

>>> Ou clique aqui para acessá-la direto no Spotify.

Novas músicas de destaque desta playlist:

  • Faixas isoladas dos novos álbuns de Kiko Loureiro, Tokyo Motor Fist, Mike Shinoda, Bloody Heels, entre outros.
  • Novos singles de Deep Purple, Bon Jovi, Rolling Stones (antiga), Blues Pills, Alanis Morissette, The Jayhawks, The Cherry Truck Band, Oceans of Slumber, entre outros.


Depois, não deixe de conferir:
– Todos os álbuns de rock e metal que serão lançados em 2020
– Os 10 melhores álbuns de rock e metal em 2019
– Os 60 melhores álbuns de rock e metal da década de 2010
– 25 boas bandas de rock e metal da década de 2010

Álbuns de destaque

Kiko Loureiro – “Open Source”: Muita coisa aconteceu com Kiko Loureiro entre “Sounds of Innocence” (2012), seu álbum solo mais recente até então, e “Open Source”. A banda do guitarrista, o Angra, quase ruiu com as saídas de Edu Falaschi e Ricardo Confessori, mas se reergueu com Fabio Lione e Bruno Valverde. Em 2015, Kiko se juntou ao Megadeth e gravou o elogiado álbum “Dystopia” (2016) – a faixa-título deu a Dave Mustaine o primeiro Grammy de sua vida. Toda a experiência adquirida nos últimos anos se reflete em “Open Source”, que é, junto de “No Gravity” (2005), seu melhor registro solo. Aqui, o trabalho de Kiko soa contemporâneo, renovado e versátil. Apesar das quatro primeiras faixas chamarem atenção, especialmente as que trazem os convidados (Marty Friedman e Mateus Asato, cada um em uma música), é a partir de “Sertão”, quinta da tracklist, que o material ganha profundidade em arranjos e referências. Além da mencionada, cabe destacar “Vital Signs” com suas camadas sonoras, a melódica “Dreamlike” e a intensa “Running with the Bulls”.

Tokyo Motor Fist – “Lions”: Um dos supergrupos de menor grife dos últimos tempos, o Tokyo Motor Fist repete em “Lions” a fórmula saudosista que aparece no álbum de estreia, autointitulado, de 2017. O carismático vocalista Ted Poley (Danger Danger) volta a mostrar entrosamento com o habilidoso guitarrista Steve Brown (Trixter), que são acompanhados pela cozinha básica, mas de currículo pesado, composta pelo baixista Greg Smith (Ted Nugent, Rainbow, Alice Cooper) e pelo baterista Chuck Burgi (Rainbow, Blue Öyster Cult). A sonoridade remete ao hard rock melódico do fim da década de 1980 e início dos anos 1990: dos refrães típicos de arena aos exageros e falhas de produção, que deixam as timbragens tão artificiais quanto as de discos do Def Leppard. Entre os destaques, cabe citar o single “Youngblood”, a boa “Around Midnight”, a semi-balada “Dream Your Heart Out” e a envolvente “Sedona”, com seu ótimo groove e até um inusitado solo de sax.

Em ordem alfabética, os álbuns de rock e metal lançados nesta sexta-feira, 10 de julho:

Bloody Heels (hard rock) – “Ignite the Sky”

Buzzard Buzzard Buzzard (rock alternativo) – EP “The Non-Stop EP”

Dawn of Ashes (industrial/black metal) – “The Antinomian”

Ensiferum (folk metal) – “Thalassic”

Enuff Z’Nuff (hard rock) – “Brainwashed Generation”

Goo Goo Dolls (pop rock) – versão deluxe de “Miracle Pill”

Inter Arma (sludge metal) – “Garbers Days Revisited”

Mark Spiro (pop rock) – box set “2+2 = 5: Best Of + Rarities”

Michael Grant & The Assassins (hard rock) – “Always the Villain”

Mike Shinoda (eletrônico) – “Dropped Frames, Vol. 1”

Rebel Wizard (black metal) – “Magickal Mystical Indifference”

Outline in Color (metalcore) – EP “Imposter Syndrome”

PVRIS (alternative rock) – “Use Me”

Sharptooth (hardcore) – “Transitional Forms”

Shining Black (power/heavy metal, com Mark Boals e Ölaf Thorsen) – “Shining Black”

Static-X (industrial metal) – “Project Regeneration Vol. 1”

Voivod (thrash metal) – EP “The End of Dormancy”

Para saber todos os álbuns que serão lançados em 2020, acesse a lista clicando aqui. O material é atualizado frequentemente, então, salve em seus favoritos!


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *