Destaque Notícias

Journey confirma novos baixista e baterista após processar os antigos


O Journey anunciou dois novos músicos para sua formação. O baixista Randy Jackson e o baterista Narada Michael Walden ocupam as vagas deixadas, respectivamente, por Ross Valory e Steve Smith – ambos foram demitidos da banda e processados sob acusação de golpe.

A novidade foi revelada pelas redes sociais do guitarrista Neal Schon. Jackson e Walden se juntaram a Schon, ao vocalista Arnel Pineda e aos tecladistas Jonathan Cain e Jason Derlatka para uma versão de “Don’t Stop Believin'”, gravada à distância para uma ação do Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Unicef, exibida no canal de TV americano MSNBC.

– Leia também: Steve Perry é pago pelo Journey até hoje para banda seguir sem ele

Veja:

Randy Jackson é um velho conhecido do Journey. O músico entrou para a banda em 1985 e gravou o álbum “Raised on Radio”, lançado no ano seguinte. Em 1987, o grupo entrou em um hiato, retornando apenas em 1995, já com sua formação clássica que trazia Valory de volta ao posto. Jackson também gravou com artistas como Roger Waters, Stevie Nicks, Bruce Springsteen, George Michael, Bob Dylan e Bon Jovi, entre outros.

Narada Michael Walden, por sua vez, é um músico e produtor que está na ativa desde a década de 1970. Além de ter lançado álbuns solo, ele trabalhou como músico de estúdio para Chick Corea, Jeff Beck, Allan Holdsworth, Carlos Santana e Robert Fripp, entre outros. Assumindo a produção, gravou nomes como Mariah Carey, Elton John, Diana Ross, Aretha Franklin e Whitney Houston – com esta última, venceu um Grammy em 1994, na categoria de Álbum do Ano, pela trilha sonora de “O Guarda-Costas”.

Journey vs. Ross Valory e Steve Smith

O Journey anunciou a demissão de Ross Valory e Steve Smith – que, entre idas e vindas, fazem parte da banda desde a década de 1970 – no último mês de março. Neal Schon e Jonathan Cain acusam os músicos de tentarem aplicar um golpe corporativo para obter controle de uma das empresas do Journey, Nightmare Productions. No processo, Schon e Cain pedem uma indenização superior a US$ 10 milhões.

– Leia também: Como o AC/DC engoliu o Journey – e fez a banda melhorar

Na ação, Neal Schon e Jonathan Cain apontam que são, desde 1998, os únicos responsáveis por controlar o Journey enquanto marca, incluindo o nome da banda. Dessa forma, são os únicos músicos autorizados a usar o nome do grupo, mesmo sem outros integrantes originais ou clássicos.

Porém, eles dizem que Ross Valory e Steve Smith tentaram aplicar um golpe para controlar a Nightmare Productions porque acreditavam, erroneamente, que a empresa controlava o nome e a marca Journey. “Eles achavam que poderiam manter como refém o nome Journey e garantir renda após pararem de fazer shows”, afirma o texto do processo.

– Leia também: Steve Perry prometeu nunca mais voltar ao Journey se seguissem sem ele

Em dezembro de 2019, segundo a acusação, os dois músicos conspiraram para que Neal Schon e Jonathan Cain fossem destituídos do controle da Nightmare Productions. “Com isso, Smith e Valory destruíram a química, coesão e relacionamento necessários para a banda tocar junta”, diz.

Steve Smith entrou para o Journey em 1978, ficando até 1985. Ele voltou em 1995, saiu novamente em 1998 e retomou seu posto em 2015. Ross Valory, por sua vez, faz parte do grupo desde o seu início, em 1973, também deixando a formação em 1985. Ele retornou em 1995 e seguiu desde então.

– Leia também: Jeff Scott Soto quase entrou para o Queen antes de Adam Lambert assumir vaga


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Apaixonado por rock desde a pré-adolescência, começou a escrever sobre música na internet em 2007. Anos depois, co-fundou o site Van do Halen e trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia. Atualmente, é redator-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia sites como o Cifras, Ei Nerd e outros. Também é redator do Whiplash.Net, o maior site de rock e heavy metal do Brasil.
http://igormiranda.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *