Notícias

Rick Bonadio diz que CPM 22 tentou “dar chapéu” nele; Badauí nega


O produtor Rick Bonadio relembrou, em entrevista ao programa “Unisex” da rádio Jovem Pan, o fim de sua parceria com o CPM 22. A banda lançou quatro discos com Bonadio na produção – “CPM 22” (2001), “Chegou a Hora de Recomeçar” (2002), “Felicidade Instantânea” (2005) e “Cidade Cinza” (2007) – até que ambos decidiram romper.

Rick Bonadio falou sobre o assunto após ter sido questionado pelo apresentador Mauricio Meirelles se alguma banda já brigou com ele. “Já teve briga. Terminei minha relação com o CPM 22… todo mundo sabe, foi meio briga”, disse.

– Entrevista: CPM 22 volta às raízes punk rock com “Suor e sacrifício”

Na sequência, Bonadio explicitou as razões que justificaram o fim da parceria. “Eles foram completamente desonestos tentando me dar ‘chapéu’ em uma questão financeira. Depois da história, o ponto principal que descobri é que os caras achavam que tudo que eu fazia era ruim. Eu falei: ‘caramba, mas os caras ganharam Grammy comigo, venderam pra caramba, então vamos ver se eles são bons’. Depois que a gente se separou, eles se f*deram”, afirmou.

Mauricio Meirelles, então, pediu para que Rick Bonadio falasse um pouco mais da situação relacionada ao “chapéu”. “Eles foram fazer um show nos Estados Unidos que eu vendi o show e tinha um outro empresário que foi com eles e eles já queriam assinar com o cara, foi uma coisa meio chata”, disse.

O vídeo com o depoimento de Rick Bonadio foi divulgado no Instagram de Mauricio Meirelles. Na seção de comentários, o vocalista Badauí negou que a história contada pelo produtor seja verdadeira.

“Não teve treta nenhuma, não fale isso sem ouvir o outro lado! Ao invés de vocês divulgarem artistas, preferem dar ibope pra esse produtor obsoleto e mentiroso! Somos uma banda de 23 anos e desde que saímos de lá fazemos de 8 a 10 shows por mês pelo país inteiro e fora dele”, afirmou o cantor.


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Apaixonado por rock desde a pré-adolescência, começou a escrever sobre música na internet em 2007. Anos depois, co-fundou o site Van do Halen e trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia. Atualmente, é redator-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia sites como o Cifras, Ei Nerd e outros. Também é redator do Whiplash.Net, o maior site de rock e heavy metal do Brasil.
http://igormiranda.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *